24 de novembro de 2021

Tarifa do transporte coletivo sobe de R$ 4,30 para R$ 5,50

Arquivo

Este será o primeiro reajuste desde 2019. Novo preço entra em vigor na sexta-feira, 26, e representa um reajuste de 27,9%. Inflação do período, medida pelo IGP-M, ficou em 48%.

A partir da zero hora de sexta-feira, 26, a tarifa do transporte coletivo em Ponta Grossa será de R$ 5,50. Decreto nesse sentido foi publicado hoje, 24, no Diário Oficial do Município. O principal motivo do reajuste é a necessidade de garantir a recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do sistema, que deu fortes sinais de esgotamento, em função da queda brutal no número de passageiros com a pandemia de Covid-19.
O impacto do desequilíbrio se fez sentir desde meados de 2020 e chegou a um patamar crítico em maio passado, quando os motoristas promoveram uma greve de 46 dias. A Prefeitura tem, desde então, tomado diversas providências para evitar que novas greves viessem a interromper a prestação desse serviço. Uma das medidas foi a racionalização das linhas durante os finais de semana, com um novo desenho de rota e atendimento, para otimizar a circulação dos coletivos, manter o atendimento em todas as regiões da cidade e evitar que os ônibus circulassem vazios. Mesmo com essas medidas, o número de passageiros pagantes continua bem abaixo da margem necessária para a manutenção do serviço, o que levou à necessidade do reajuste da tarifa, para evitar o colapso do sistema.
A tarifa que entra em vigor nesta sexta-feira será de R$ 5,50, bem abaixo da tarifa técnica de R$ 8,35 que havia sido apontada, tomando-se por base apenas os critérios indicados na planilha do serviço, e já analisada pelo Conselho Municipal de Transporte.
Para fazer frente à diferença e manter o serviço em funcionamento – a expectativa é de que haja uma estabilização no cálculo tarifário – foram sugeridas pelo CMT e também por um grupo de trabalho do próprio Executivo diversas medidas, que serão adotadas e vão compor uma alteração significativa do contrato de concessão. Entre as medidas estão a mudança da forma de cobertura das chamadas gratuidades (direcionadas a idosos acima de 60 anos, portadores de deficiência, deficientes físicos, etc.), alteração no formato de gestão dos terminais de transporte, retirar do cálculo tarifário a remuneração da diretoria da VCG e também reduzir pela metade a margem do operador – a VCG.
Nesse período, segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, o IGP-M, índice da Fundação Getúlio Vargas que marca a inflação no período, alcançou uma variação de 48%, ao passo que a tarifa está sofrendo um reajuste de 27,9%. No mesmo período, os principais insumos do transporte tiveram variações muito superiores. O óleo diesel, por exemplo, sofreu um aumento de 89,7% desde o último reajuste.
Atendendo a uma recomendação do Ministério Público e também do Conselho Municipal de Transporte, assim como uma indicação da Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara, a Prefeitura irá também contratar uma auditoria externa do contrato. Também serão encaminhadas para apreciação do Legislativo as propostas de alteração da lei 7.018/2002, que vão embasar as mudanças necessárias no contrato, para garantir a manutenção do serviço. (Com assessoria)

VARIAÇÕES DE INSUMOS NO PERÍODO DE SETEMBRO 2019 E NOVEMBRO DE 2021:

– ARLA 32 (aditivo obrigatório) 133%.
– Pneu 275/80/R22 – 57,21%.
– Pneu 295/80/R22 – 41,30%.


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

3 de dezembro de 2021

Butina se reúne com equipe da Sudis por novas moradias

Divulgação

3 de dezembro de 2021

Parceria da Prefeitura com o Judiciário vai regularizar mais de 5 mil lotes em PG

Divulgação

3 de dezembro de 2021

Prefeitura entrega salas de aleitamento em 5 unidades de saúde

Arquivo

3 de dezembro de 2021

Prefeitura de PG aplica 2ª dose de Pfizer e dose de reforço para público 18+

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista