17 de abril de 2024

Prefeitura de PG anuncia telemedicina para atendimento à saúde da população

Divulgação

O 1º Programa de Saúde Digital Integrada do Brasil vai ampliar a cobertura de atendimento médico através do sistema de telemedicina, facilitando o acesso da população aos serviços de saúde pública.

A Prefeitura de Ponta Grossa lançou hoje, 17, o 1º Programa de Saúde Digital Integrada do Brasil, que vai ampliar a cobertura de atendimento médico através do sistema de telemedicina, facilitando o acesso da população aos serviços de saúde pública. A iniciativa será realizada através de via política sandbox/living lab, entre a Fundação Municipal da Saúde, a Agência de Inovação e Desenvolvimento de Ponta Grossa e a empresa Medcloud, líder no segmento, com atuação em oito países.

O anúncio do programa foi feito pela prefeita Elizabeth Schmidt (União), que destacou o caráter inovador do projeto. “Esse é mais um avanço para a nossa saúde. Com isso, nós vamos aumentar a qualidade e a velocidade dos atendimentos médicos, reduzir o tempo de espera nas filas por atendimentos, além de que o paciente vai diminuir os seus custos com deslocamentos. Com essa parceria, tenho certeza de que vamos melhorar a qualidade e a eficiência dos serviços de saúde em nossa cidade. Estamos unindo a tecnologia a favor da saúde pública”, disse a prefeita Elizabeth.

A presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento, Tônia Mansani, acredita que as cidades inteligentes são caracterizadas por melhorarem a qualidade de vida de seus habitantes por meio do uso da tecnologia. “A telemedicina é um recurso que permite que pessoas não necessitem ir às unidades de saúde para ter atendimento médico. Pessoas que vivem em áreas remotas ou que têm dificuldade de locomoção podem ter acesso aos serviços, universalizando o atendimento na medida em que facilita o acesso”, destaca.

O programa, que vai atender todas as unidades de saúde de Ponta Grossa, prevê também a capacitação dos profissionais envolvidos, e a estruturação dos locais para implantação do trabalho.

Segundo a presidente da Fundação Municipal de Saúde, Priscila Degraf, é um projeto piloto que está em fase de expansão. “Iniciamos as atividades há alguns meses e agora estamos divulgando para o público geral. O sistema de telemedicina traz uma série de benefícios, como encaminhamento de exames e resultados já integrados ao prontuário do paciente, dando mais rapidez ao processo. Além disso, o projeto possibilita também a troca de informações médicas e análise de resultados de exames, sem a necessidade de deslocamento do usuário”, explica.

COMO VAI FUNCIONAR – O atendimento inicia de forma presencial na unidade de saúde que, a partir da triagem e acompanhamento do paciente, seguida de uma avaliação, que define se o caso pode ser encaminhado para o teleatendimento. A seguir é feito o agendamento e, posteriormente, com horário agendado, o usuário se conecta ao profissional pelo sistema Medcloud e tem sua consulta realizada por vídeo. Após o atendimento, o paciente recebe por e-mail todos os documentos gerados durante a consulta.

A Medcloud é uma empresa com 13 anos de história, fundada em Ponta Grossa e líder em soluções em nuvem para exames e saúde digital integrada. Atualmente o grupo conta com operações em oito países. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

21 de maio de 2024

ACIPG e Sandro Alex debatem melhorias na região

Divulgação

21 de maio de 2024

Lideranças entregam Masterplan para Elizabeth

Divulgação

21 de maio de 2024

Multinacional sueca oferece curso de aperfeiçoamento para trabalhadores da indústria em PG

Divulgação

21 de maio de 2024

Prefeitos da região representam a AMCG na Marcha em Defesa dos Municípios

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Divulgação

8 de outubro de 2018

Conheça os 54 deputados estaduais eleitos no Paraná

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

Divulgação

ORTIGUEIRA

24 de janeiro de 2022

“2022 deve ser um ano de mais vitórias”, afirma Ary Mattos