10 de julho de 2024

Pré-candidatura de Mabel movimenta demais pré-candidatos

Divulgação

Dos quatro principais pré-candidatos à Prefeitura de Ponta Grossa, a tendência é que um deles desista.

A pré-candidatura da deputada estadual Mabel Canto (PSDB) à Prefeitura de Ponta Grossa, segunda colocada nas eleições de 2020, anunciada nos últimos dias, movimentou o cenário político local e os demais pré-candidatos.

Mabel, que chegou a anunciar que não seria candidata e cumpriria o seu mandato na Assembleia Legislativa, lançou a sua pré-candidatura ao lado dos deputados federais Beto Richa (PSDB) e Ricardo Barros (PP), secretário de Estado de Indústria, Comércio e Serviços, e da sua pré-candidata a vice-prefeita, a ruralista Sandra Queiróz.

Os demais principais pré-candidatos a prefeito se movimentaram para não ficar atrás da família Canto. A prefeita Elizabeth Schmidt (União) corre mais do que nunca na tentativa de superar o rompimento com o grupo dos irmãos Sandro Alex, deputado federal e secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, e Marcelo Rangel, deputado estadual e pré-candidato a prefeito. Ela mantém intensa agenda de inaugurações e visitas aos bairros da cidade.

Marcelo Rangel grava vídeos em obras da sua gestão e da prefeita que foram executadas com recursos do Governo do Estado para contrapor as críticas de Elizabeth que não fez nada por Ponta Grossa nos últimos quatro anos. Ele também realiza agendas no comércio, com jovens e nos bairros.

O deputado federal Aliel Machado (PV), que promete resolver os problemas da saúde com a construção de uma nova torre do Hospital Universitário Regional da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) que ficará pronta somente em 2028, lança a sua pré-candidatura nesta sexta-feira, 12, na Vila Hilgemberg, onde reside. Aliel tem cobrado a traição de aliados políticos que acompanham as agendas do governo municipal, que rebatem com críticas à falta de agendas e ações do deputado em Ponta Grossa.

Dos quatro principais pré-candidatos à Prefeitura, a tendência é que um deles desista.

Mabel torce pela desistência de Aliel para receber o apoio do PT.

Rangel não contava com a entrada de Mabel e tentou sem sucesso inviabilizar a pré-candidatura a reeleição da sua ex-aliada Elizabeth Schmidt. Ele esperava um confronto com Aliel no segundo turno.

A prefeita resiste e tenta reverter a rejeição.

Aliel sofre com a entrada de Mabel no pleito.

Até o final do prazo das convenções partidárias em 05 de agosto, a definição será dos nomes a vice e as movimentações continuam intensas, com mudanças no cenário a qualquer momento.


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

23 de julho de 2024

Derrota de Aliel, quarto colocado em pesquisa, o enfraquece no Estado e ainda mais em PG

Divulgação

23 de julho de 2024

Comitiva da ACIPG faz visita técnica a Campo Mourão

Divulgação

23 de julho de 2024

Concurso de Música Sertaneja destaca artistas dos Campos Gerais

Divulgação

23 de julho de 2024

Suposta ‘bomba’ na Prefeitura de Imbaú mobiliza forças de segurança

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Divulgação

8 de outubro de 2018

Conheça os 54 deputados estaduais eleitos no Paraná

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

Divulgação

ORTIGUEIRA

24 de janeiro de 2022

“2022 deve ser um ano de mais vitórias”, afirma Ary Mattos