14 de janeiro de 2022

Ponta Grossa prepara vacinação para crianças de 05 a 11 anos

Arquivo

Agendamento será feito de acordo com cadastro no sistema da Prefeitura: serão 2 mil doses para começar a vacinar pelo grupo prioritário.

Nas próximas semanas, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Saúde, deve dar início a vacinação contra Covid-19 do público infantil, previsto no Plano Nacional de Imunização para crianças de 05 a 11 anos completos. A primeira remessa de doses para este público deve ser repassada ao Município no início da próxima semana, bem como a realização do treinamento das equipes sobre a dosagem e diluição dos imunizantes para aplicação pediátrica.

“Para a vacinação das crianças, vamos abrir um pré-cadastro no site, para termos o controle mais preciso de qual é a quantidade de público em cada faixa etária e o total de crianças com comorbidades. Nossa estimativa é que este público seja em torno de 35 mil crianças e a imunização ocorrerá seguindo as mesmas prioridades que nas etapas anteriores: iniciando pelo grupo com comorbidades, e reduzindo a faixa etária gradativamente, primeiro com os de 11 anos completos, até chegamos aos de 5 anos completos”, detalha o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Rodrigo Manjabosco.

PRÉ-CADASTRAMENTO – Para mapear o total de público de 05 a 11 anos completos, será aberto na próxima semana um pré-cadastramento no site da Prefeitura, onde deve ser informado os dados da criança, dados do responsável e se há ou não comorbidade. Com o cadastro em mãos, a Fundação Municipal de Saúde programar as etapas de vacinação deste público conforme o recebimento de doses. Para este grupo, não será feito agendamento no sistema padrão. Com base no pré-cadastramento, a Prefeitura fará o agendamento quando houver doses disponíveis, atendendo por prioridade e ordem de cadastramento.

“Por exemplo, se tivermos 1000 doses disponíveis para uma etapa de vacinação pediátrica, faremos automaticamente o agendamento dos 1000 primeiros cadastros, considerando os mais velhos, com comorbidade. Vamos divulgar apenas para que o público faça a consulta para verificar o horário do agendamento posteriormente. Mas a partir do pré-cadastro, estará já garantida a vacinação, sempre de acordo com a disponibilidade de doses”, explica Manjabosco.

O grupo de crianças de 05 a 11 anos completos foi recentemente incluído no Plano de Imunização contra a Covid-19. Em Ponta Grossa, a vacinação deste público deve ter início em breve, assim que o Município receber a primeira remessa de doses e for realizada a capacitação das equipes para esta aplicação. O pré-agendamento deve ser aberto na próxima semana.


Agendamento da vacinação contra Covid-19 terá mudança para público 12+

A partir do próximo agendamento de vacinação contra Covid-19 para o público de 12 anos ou mais, independente da dose, haverá uma mudança no sistema. O usuário seguirá acessando o site da prefeitura e realizando o preenchimento de seus dados pessoais. Haverá uma confirmação do cadastro, mas o comprovante do agendamento indicando o horário da vacinação será gerado posteriormente, após o esgotamento das vagas. A mudança visa diminuir a sobrecarga enfrentada pelo sistema nas últimas etapas, reduzindo os riscos de queda ou travamento no site.

“Estabelecemos um novo fluxo para tentar otimizar o processo de agendamento, ainda mais com o aumento do público aguardando a dose de reforço. O agendamento deverá sempre ser aberto no início da tarde e o comprovante estará disponível para a consulta no sistema após às 18h, quando o agendamento já houver encerrado e tiver diminuído a demanda de acessos. Este modelo será adotado para os agendamentos do público de 12 anos ou mais, pois para as crianças já trabalharemos com um outro formato, do pré-cadastro”, aponta o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Rodrigo Manjabosco.

Na prática, o que muda é o processamento interno dos agendamentos. No formato atual, além de registrar cada usuário agendado, o sistema também faz a distribuição dos horários, conforme a quantidade de doses e a capacidade de aplicação de cada equipe. Com o sistema sobrecarregado, como ocorreu nas últimas etapas, não foi possível processar o registro do agendamento e a distribuição dos horários simultaneamente. Com a mudança, será feito apenas o registro do usuário no agendamento, e a distribuição dos horários ocorrerá posteriormente, depois do agendamento encerrado.

Neste novo fluxo, quando houver, os agendamentos serão sempre abertos no início da tarde, e o comprovante com o horário da aplicação estará disponível no mesmo dia a partir das 18h. A Fundação Municipal de Saúde reforça que a aplicação da vacina só ocorrerá mediante apresentação do comprovante de agendamento, onde constam os dados pessoais do usuário e o horário programado para a aplicação. (Com assessoria)

Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

ORTIGUEIRA

24 de janeiro de 2022

“2022 deve ser um ano de mais vitórias”, afirma Ary Mattos

Divulgação

24 de janeiro de 2022

Tibagi e Paraná Turismo firmam parceria para aniversário de 150 anos do Município

Divulgação

24 de janeiro de 2022

Paraná se mantém na liderança nacional da produção de mel, aponta boletim

Arquivo

24 de janeiro de 2022

MPPR aciona empresa de saúde contratada pelo Município de Reserva que usou falsos médicos no atendimento à população

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista