9 de abril de 2024

Cursos da UEPG são destaque em novo índice do MEC

Divulgação

Dos oito cursos avaliados nesta edição, Ciência Econômicas teve destaque. O relatório ainda atribuiu notas aos cursos de Administração; Administração Comércio Exterior; Ciências Contábeis; Direito; Direito polo Telêmaco Borba; Jornalismo; Serviço Social; e Turismo.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) continua no topo com seus cursos de graduação. A instituição registrou 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), calculado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Dos oito cursos avaliados nesta edição, Ciência Econômicas teve destaque, com aumento de nota (de 3 para 4). O resultado é referente ao conceito preliminar do curso (CPC), que leva em conta vários fatores, como estrutura, capacitação dos professores e nota no Enade.

O relatório ainda atribuiu notas aos cursos de Administração (nota 3); Administração Comércio Exterior (nota 3); Ciências Contábeis (nota 3); Direito (nota 4); Direito polo Telêmaco Borba (nota 4); Jornalismo (nota 4); Serviço Social (nota 4); e Turismo (nota 3). “É uma satisfação ver os cursos da área de Ciências Sociais Aplicadas com destaque, pois a Universidade sempre investiu na qualificação dos seus discentes, além da infraestrutura, de todas as formas que podemos, para que a qualidade aumente cada vez mais”, comemora o reitor em exercício, professor Ivo Mottin Demiate.

A qualidade dos docentes também é destaque na fala do reitor. “Os professores são altamente qualificados e se dedicam de forma integral, nós temos a dedicação exclusiva como uma das marcas e isso distingue bastante a universidade pública, dentro do sistema de ensino superior do país”.

Cárliton Vieira dos Santos, coordenador do curso de Ciências Econômicas, destaca o esforço dos professores em informar os alunos da importância desta avaliação. “Conscientizamos sobre a participação nesse processo, que impacta eles, nosso curso e nossa instituição. Os alunos têm percebido cada vez mais essa relevância”, conta. Segundo ele, a organização didático-pedagógica, com uso de ferramentas modernas, combinadas com ferramentas tradicionais de ensino, têm impactado nos resultados. “Nosso corpo docente é comprometimento para melhorar a qualidade do curso. “A qualificação do nosso corpo docente, formado por mais de 80% de doutores, qualificados nas melhores universidades do país, também contribui para a o nosso resultado”.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, parabenizou as universidades estaduais pelas notas. “Os conceitos 4 e 5 são considerados os mais altos em avaliação do país”. Apenas 27% das instituições mais avaliadas do país conseguiram os conceitos 4 e 5. “Os investimentos e as políticas que estamos conduzindo certamente, no médio e no longo prazo, colocarão nossas universidades num patamar ainda mais elevado”.

Para a divulgação da nota, foram analisados alguns conceitos como o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), porcentagem de professores com mestrado ou doutorado, percepção do estudante sobre o curso e Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), que analisa como o aluno evoluiu ao comparar a nota do Enem com a do Enade. No total, o MEC avaliou 24.144 cursos em 1.998 instituições. No Paraná foram 1.963 cursos de ensino superior em 145 instituições.

Todos os dados estão disponíveis aqui. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

21 de maio de 2024

ACIPG e Sandro Alex debatem melhorias na região

Divulgação

21 de maio de 2024

Lideranças entregam Masterplan para Elizabeth

Divulgação

21 de maio de 2024

Multinacional sueca oferece curso de aperfeiçoamento para trabalhadores da indústria em PG

Divulgação

21 de maio de 2024

Prefeitos da região representam a AMCG na Marcha em Defesa dos Municípios

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Divulgação

8 de outubro de 2018

Conheça os 54 deputados estaduais eleitos no Paraná

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

Divulgação

ORTIGUEIRA

24 de janeiro de 2022

“2022 deve ser um ano de mais vitórias”, afirma Ary Mattos