27 de junho de 2024

Aliel Machado é palestrante do 12º Fórum Jurídico em Portugal

Divulgação

Parlamentar ponta-grossense participa de Painel sobre Transição Energética: Desafios Jurídicos e Econômicos, que conta ainda com a presença de especialistas do mundo todo.

O deputado federal Aliel Machado (PV-PR) participou ontem, 26, do 12º Fórum Jurídico em Lisboa, Portugal, evento que teve como um dos organizadores o Instituto IDP. A conferência reuniu autoridades e especialistas de diversos setores para debater temas de relevância global. Aliel foi convidado pelo destaque alcançado recentemente nas discussões ambientais com a relatoria do projeto do Mercado de Carbono.

No anfiteatro 10, o ponta-grossense palestrou com o tema “Transição Energética: Desafios Jurídicos e Econômicos”. O painel contou com a presença de especialistas, incluindo Tatiana Falcão, consultora do Banco Mundial e das Nações Unidas em tributação ambiental; Shireen Mahdi, economista principal do Banco Mundial para o Brasil; Ricardo Dell Aquila Mussa, CEO da Raízen; e Jean Paul Prates, ex-presidente da Petrobras.

Durante sua apresentação, Aliel destacou a importância de uma abordagem integrada entre políticas públicas e inovações tecnológicas para enfrentar os desafios da transição energética. Ele ressaltou que a transição para fontes de energia mais limpas não é apenas uma questão ambiental, mas também uma demanda econômica e social. “Precisamos garantir segurança jurídica na legislação para incentivar investimentos sustentáveis e promover uma economia verde, sempre buscando a redução das desigualdades”, afirmou o deputado.

O parlamentar também mencionou seu trabalho como relator na Câmara dos Deputados do projeto de lei (2.148/2015), que regulamenta o mercado do crédito de carbono, aprovado em dezembro do ano passado e que agora está no Senado Federal. Além disso, ele representou o parlamento brasileiro na COP-28, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Recentemente, o deputado paranaense assumiu a presidência da Frente Parlamentar da Bioeconomia (FpBio) e foi o único deputado a receber o Prêmio Economia Verde, pelo seu trabalho em defesa do meio ambiente sustentável.

SOBRE O FÓRUM – O Fórum Jurídico em Portugal tem se consolidado como um espaço de diálogo e troca de conhecimentos entre profissionais do direito, economia, política e meio ambiente. Organizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), pelo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (ICJP) e pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o fórum jurídico acontece anualmente para dialogar sobre desafios, visões e diferentes modelos de sistemas jurídicos presentes em ambos continentes a partir de perspectivas variadas.

O evento ocorre anualmente com o intuito de debater questões que desafiam o Estado contemporâneo. Em sua décima segunda edição, será abordado um panorama sobre como a globalização tem sido fomentada ou desestimulada em alguns campos, os motivos para isso e os impactos no Brasil e na Europa. Com temáticas transversais, busca-se maior compreensão sobre os desafios que se colocam no mundo atual, como meio ambiente, segurança, saúde, imigração. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

23 de julho de 2024

Derrota de Aliel, quarto colocado em pesquisa, o enfraquece no Estado e ainda mais em PG

Divulgação

23 de julho de 2024

Comitiva da ACIPG faz visita técnica a Campo Mourão

Divulgação

23 de julho de 2024

Concurso de Música Sertaneja destaca artistas dos Campos Gerais

Divulgação

23 de julho de 2024

Suposta ‘bomba’ na Prefeitura de Imbaú mobiliza forças de segurança

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Divulgação

8 de outubro de 2018

Conheça os 54 deputados estaduais eleitos no Paraná

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

Divulgação

ORTIGUEIRA

24 de janeiro de 2022

“2022 deve ser um ano de mais vitórias”, afirma Ary Mattos