Jornal Nacional pede desculpas e se retrata com Sandro Alex

19/07/18

JORNAL NACIONAL SE DESCULPA! Na última semana o Jornal Nacional cometeu um erro ao dizer que eu pedi arquivamento de um processo no Conselho de Ética. O JN fez a correção e me pediu desculpas.Agradeço e peço q compartilhem a informação verdadeira.Menos conversa, mais trabalho!

Publicado por Sandro Alex em Quinta-feira, 19 de julho de 2018

Thalita Rocha

Na quarta-feira da semana passada, 11, o Jornal Nacional errou ao afirmar que o deputado Sandro Alex (PSD), membro do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, se posicionou pelo arquivamento do processo de perda de mandato do deputado Celso Jacob (MDB), condenado a sete anos e dois meses na prisão, por dispensar licitação para construção de uma creche, quando era prefeito de Três Rios, estado do Rio de Janeiro, em 2002. Jacob trabalha durante o dia na Câmara e passa as noites na prisão.

No dia seguinte, no Bom Dia Brasil, a informação foi transmitida de forma correta: o deputado Sandro Alex (PSD) sugeriu que a decisão fosse da Mesa Diretora, porque o caso já havia transitado em julgado na Justiça. O relatório de Sandro foi rejeitado, então foi designado um novo relator, Valtenir Pereira (MDB), do mesmo partido de Jacob, que defendeu o arquivamento e teve o parecer aprovado por onze votos a um.

Na edição de ontem, o Jornal Nacional se retratou, demonstrando que o deputado Sandro Alex (PSD) agiu conforme suas obrigações (vídeo).

Pelas redes sociais, o deputado Sandro Alex (PSD) reforçou que a edição do Bom Dia Brasil corrigiu a informação do Jornal Nacional, que foi ao ar antes mesmo de proferir seu voto final. “Minha decisão no Conselho de Ética foi que a Mesa Diretora contasse o número de faltas e abrisse a cassação na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania] como preconiza a Constituição. Eu fui voto vencido, mas eu cumpri a minha obrigação”, destaca.

Hoje, também nas redes sociais, ele agradeceu a retratação veiculada na edição de ontem do Jornal Nacional.