"RAMBO"

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

10/02/17

Arquivo

"Existe uma grande disposição do prefeito Marcelo Rangel de cuidar da cidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas", revela o secretário

O secretário municipal de Serviços Públicos, Márcio Ferreira - "Rambo", lançou nas redes sociais uma meta ousada: "Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira". Para atingir esse objetivo, ele conta que uma força tarefa formada por seis equipes de tapa buracos está sendo criada e um novo tipo de material mais resistente e que possui maior facilidade de aplicação está sendo adquirido. "Esses serviços são um direito da população e um dever do Município", acredita o secretário. Ferreira assumiu a Secretaria em janeiro e tem demonstrado vontade para resolver os problemas mais críticos da cidade, como os buracos das vias pavimentadas, patrolamento das vias não pavimentadas, o mato que cresce mais que o normal nesta época do ano devido às chuvas e toma conta de praças e pistas de caminhadas, a desobstrução e construção de galerias, entre outros. Além destes problemas, no final de janeiro um temporal atingiu a cidade, alagando diversos bairros e deixando famílias desabrigadas, exigindo uma atenção prioritária da Secretaria. "Tivemos que tomar medidas emergenciais. A cidade foi muito afetada pelas chuvas causando enchentes. Onze crateras se abriram, uma delas gigantesca na rua Bonifácio Vilela, aonde tivemos que deslocar uma equipe somente para aquele local em um trabalho conjunto com a Sanepar", relata Ferreira, informando que as obras na Bonifácio Vilela devem ser concluídas nos próximos dias e a via liberada para o tráfego. Mesmo com a atenção priorizada para a desobstrução de bueiros e arroios e a construção de galerias nestas regiões da cidade, que receberam grande parte dos recursos humanos e maquinário da Secretaria, Ferreira conta que montou equipes de tapa buracos e roçada. "Nosso plano é fazer um mutirão aos sábados, tapa buraco noturno para não atrapalhar o trânsito e fazer a limpeza de galerias em todos os bairros - serviço que requer o apoio de toda a população para não deixar jogar lixo na rua e nos arroios e também de não tampar as bocas de lobo, que são atitudes isoladas de algumas pessoas, mas que acabam contribuindo para os alagamentos e prejudicando os demais moradores", afirma o secretário. Outra dificuldade são os equipamentos e maquinários que vão se deteriorando ao longo dos anos. No início do ano a Secretaria recebeu duas retroescavadeiras do Governo do Estado e Ferreira conta que outras máquinas estão sendo pleiteadas. Uma terceirizada também atua na manutenção das praças com equipes e equipamentos próprios. O secretário revelou ainda que a arrecadação de um leilão de bens inservíveis da Prefeitura Municipal, será destinada para a compra de novos equipamentos para a Secretaria de Serviços Públicos. Márcio Ferreira diz que a Secretaria possui dificuldades financeiras devido à crise que atinge todo o país, mas o secretário conta que o prefeito Marcelo Rangel (PPS) tem priorizado uma atenção especial para a área. "Existe uma grande disposição do prefeito de cuidar da cidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas", ressaltou. Ele conclui afirmando que as cobranças que recebe através das redes sociais e da imprensa tem colaborado para identificar os problemas e programar as ações da Secretaria, priorizando as situações mais críticas. Ferreira também destaca a atuação dos servidores da pasta, em torno de 400. "Tenho feito um trabalho de valorização dos funcionários da Secretaria, principalmente junto à população. Se uma máquina está estragada, eles fazem no braço. São verdadeiros guerreiros", finaliza Márcio Ferreira.


Últimas notícias


Mais Vistos