CASTRO

8 de junho de 2019

Serviços de recuperação de vias rurais continuam hoje

Divulgação

Os trabalhos de recuperação das estradas rurais que foram danificadas devido ao volume de chuvas que caiu na semana passada iniciaram na última terça-feira, 04. Todas as localidades onde houve estragos serão atendidas.

A Prefeitura de Castro, por meio da Secretaria Municipal de Interior, está recuperando as estradas rurais que foram danificadas devido ao volume de chuvas que caiu na semana passada. Os trabalhos que iniciaram na última terça-feira, 04, terão continuidade hoje, 08, com equipes nas localidades de Terra Nova, Santa Leopoldina, estradas da Ilha, Maracanã, e regiões do Tabor e Santa Clara.  Serão utilizados cinco patrolas e oito caminhões para os serviços de patrolamento e cascalhamento. Durante a semana receberam manutenção as regiões do Capão Alto e Guararema.

O diretor de vias rurais, Neri Anacleto ressaltou que todas as localidades onde houve estragos serão atendidas. “Nossas equipes estão trabalhando uma hora a mais por dia e os trabalhos continuarão neste sábado, reiniciando na próxima semana, até atendermos todos os locais que precisam”, disse. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

26 de junho de 2019

Em fim de mandato, Rangel promete deixar licitado asfalto em 90% das ruas de PG

Divulgação

CASTRO

26 de junho de 2019

Curso prepara lideranças comunitárias

Divulgação

26 de junho de 2019

Erva-mate pode impulsionar economia no Vale do Iguaçu

Divulgação

26 de junho de 2019

É preciso uma reforma que corrija distorções, diz Aliel

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário