8 de junho de 2019

Senadores reúnem-se com o grupo Coalizão Empresarial pelos Portos do Paraná

Divulgação

O grupo é formado por 100% dos segmentos portuários. Durante o encontro, os empresários fizeram um relato completo de suas respectivas atuações e pediram apoio nas articulações necessárias junto ao governo Federal e aprimoramentos na legislação.

Em um momento político histórico, os três senadores do Paraná, Oriovisto Guimarães, Álvaro Dias (ambos do Pode) e Flávio Arns (Rede), reuniram-se ontem, 07, em Curitiba, com os 20 integrantes do Grupo Coalizão Empresarial pelos Portos do Paraná, para discutir a expansão, modernização e competitividade dos portos.

O grupo é formado por 100% dos segmentos portuários. Durante o encontro, os empresários fizeram um relato completo de suas respectivas atuações e pediram apoio nas articulações necessárias junto ao governo Federal e aprimoramentos na legislação.

Oriovisto, que foi o anfitrião do evento, destacou a união tanto dos senadores, como dos empresários, em prol do Estado. “Eu vejo nessa coalização de vocês uma feliz coincidência, porque também há uma coalização entre nós, senadores do Paraná. Não existem mais aquelas antigas divergências entre os senadores. Agora, o Estado vem em primeiro lugar!”.

O senador Alvaro Dias disse que as reivindicações do grupo serão levadas aos ministérios e que também irão discutir a elaboração de leis que possam normatizar o funcionamento de vários setores, especialmente dos portos. “Se nós estabelecermos uma legislação competente, para maior eficiência dos portos, estaremos beneficiando todo o país”.

O senador Flávio Arns destacou a importância da força produtiva desse setor e disse que irão atuar em parceria para que as mudanças aconteçam. “Nos colocamos à disposição para buscar alternativas para que nossos portos tenham ainda mais competitividade, contribuindo para o desenvolvimento do Paraná e do Brasil”.

De acordo com um dos integrantes do grupo, Antonio Saad Gebran Sobrinho, o encontro os fortaleceu muito institucionalmente. “Pudemos tratar de assuntos que vão servir para a logística brasileira, que são infraestrutura portuária, marítima, terrestre e de gestão, para promover mais celeridade em todos os processos de avaliação e execução”.

PORTOS DO PARANÁ – Em valor movimentado em exportação, o Porto de Paranaguá é o segundo do Brasil. Em 2018, foram U$ 18 bilhões. Ainda no ano passado, o terminal teve superávit de mais de U$3,5 bilhões e gerou U$32,4 bilhões em Corrente de Comércio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

23 de setembro de 2019

Intenção de consumo dá novo salto no Paraná

Arquivo

23 de setembro de 2019

Oposição rachada favorece Rangel emplacar sucessor em 2020

Divulgação

22 de setembro de 2019

Sanepar forma multiplicadores em saneamento em Tibagi

Arquivo

22 de setembro de 2019

Pietro quer mais transparência no atendimento aos pacientes com câncer

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra