13 de maio de 2019

Senadores do Paraná se reúnem com reitores das universidades federais do Estado

Divulgação

O senador Oriovisto Guimarães ressaltou que há um consenso entre os três senadores paranaenses no sentido de ajudar as universidades federais na construção de um diálogo com Ministro da Educação, Abraham Weintraub, para revisar os cortes de verba anunciados.

A convite do reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), professor Ricardo Marcelo Fonseca, os senadores do Paraná, Oriovisto Guimarães (Pode), Flávio Arns (Rede) e Álvaro Dias (Pode), participaram de uma reunião hoje, 13, para discutir os cortes de recursos nas universidades. O encontro foi realizado na Reitoria da UFPR, com a presença da bancada paranaense de deputados federais, reitores e pró-reitores de outras instituições federais do Estado.

Fonseca iniciou a discussão resgatando a história da UFPR, que é a mais antiga universidade do país e ocupa a sétima posição no ranking das universidades da Folha, sendo a segunda em termos de inovação. Ele apresentou dados e destacou os sucessivos cortes que a instituição vem sofrendo nos últimos anos. “O nosso orçamento vem diminuindo na medida em que a universidade cresce. Agora, com o corte de 30% sobre as despesas de manutenção e custeio, chegaremos a um orçamento inviável e impossível”, afirmou o reitor.

Oriovisto ressaltou que há um consenso entre os três senadores paranaenses no sentido de ajudar as universidades federais na construção de um diálogo com Ministro da Educação, Abraham Weintraub, para revisar os cortes de verba anunciados. “A dívida interna do Brasil aumenta mais de um bilhão de reais por dia, uma dívida que está sendo construída ao longo de décadas. O país corre o sério risco de ter uma desorganização total da economia. Faltar dinheiro para Educação é um drama, como será um drama quando faltar para Saúde e outras áreas. Então, a situação é muito difícil e nós, senadores, estamos dispostos a acompanhar os reitores em Brasília para dialogar com o ministro da Educação”, afirmou o senador.

O senador Flávio Arns, que é o atual presidente da Comissão de Educação no Senado Federal, falou sobre a explanação que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, realizou no Senado, na semana passada. “Ao final da audiência, eu fiz um apelo ao ministro para que mantenha o diálogo com todos os reitores, em conjunto, e valorize as instituições de ensino superior. Sem educação, não vamos a lugar algum”, apontou Arns.

De acordo com o senador Álvaro Dias, o Senado e Câmara Federal estão em posição de unidade com relação ao apoio às universidades federais do país. Dias também enfatizou a crise econômica do país. “Entendemos que o governo tem que cortar em algum lugar, obviamente. Não há como fazer milagres. No entanto, é preciso verificar onde corta, precisamos estabelecer prioridades. Que se convoque os reitores para ouvi-los”, concluiu o senador. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

20 de setembro de 2019

Banco de Projetos do Paraná avalia primeiras propostas

Divulgação

19 de setembro de 2019

Moacyr assina ordem de serviço para nova rodoviária

Divulgação

19 de setembro de 2019

Mostra ‘Eliseu Lacerda’ conta história através do cinema

Arquivo

19 de setembro de 2019

Temporais danificam 3.222 casas e afetam 12.227 pessoas

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra