22 de outubro de 2020

Sem dinheiro, sem formiguinha e sem tempo no horário eleitoral, PSOL vai para as ruas com segurança sanitária

Divulgação

O partido conta com doações da militância e apoiadores para confeccionar material de campanha como adesivos e panfletos.

Com máscaras e distanciamento, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) reuniu um grupo de candidatos e candidatas à vereança junto ao candidato a prefeito Professor Gadini para o primeiro ‘adesivaço’ na cidade ontem, 21, ao lado do Terminal Central de Ponta Grossa.

Sem o tradicional corpo a corpo, o objetivo de iniciativas como a que aconteceu ontem é dialogar com a população tomando todas as precauções sanitárias, sem colocar em risco a saúde das pessoas. A ação se repete no próximo sábado, 24, às 10h, no mesmo local.

O partido é o único de Ponta Grossa que não fez coligação e concorre à Prefeitura com candidatura própria. A campanha do Professor Gadini para prefeito conta com o menor orçamento entre as demais candidaturas e com apenas 23 segundos de horário gratuito nas rádios e TV’s. A campanha majoritária do PSOL é a mais barata entre as apresentadas no Município.

“Nosso modo de fazer campanha é diferente do esquema da velha política, não temos compromisso com grandes financiadores, contamos com o apoio e doações de pessoas que acreditam e apostam na mudança de verdade para Ponta Grossa”, avalia professor Gadini.

A campanha que traz o slogan “Mudar de verdade” realiza atividades de rua com militantes e apoiadores. “Não contratamos pessoas para ficar nas esquinas e sinaleiros segurando faixas e banners. Apostamos no esforço de mostrar para os eleitores que existe uma forma mais humana, justa, econômica efetiva de propor mudança para a cidade. Vamos para as ruas para dialogar, com todos os cuidados necessários nesse cenário de pandemia. Nosso objetivo é ouvir as pessoas e explicar as nossas propostas”, explica o candidato.

Embora a Prefeitura tenha lançado decreto no início do mês de outubro que permite realização de eventos com até 50 pessoas em ambientes privados, a campanha do Professor Gadini prioriza por manter encontros com número reduzido de pessoas, em locais abertos e com distanciamento diante dos números de casos diários e a centena de mortes que a cidade registra.

“Com o uso de máscaras e distanciamento entre as pessoas vamos fazer a campanha de forma segura para todas e todos”, afirma professor Gadini. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

23 de novembro de 2020

Mabel propõe premiação para empresas incentivadoras de ações culturais

Divulgação

23 de novembro de 2020

Aliel entrega veículo para Comunidade Terapêutica Rosa Mística

Divulgação

23 de novembro de 2020

TRE suspende divulgação de Pesquisa Equação/Arbeit

Divulgação

21 de novembro de 2020

Professora Elizabeth destaca projetos e ações para crianças e jovens

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra