16 de agosto de 2019

Santa Luzia recebe estrutura revitalizada para atendimento assistencial

Divulgação

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) voltou a atender ontem, 15, com espaço equipado, contando também com estrutura de acessibilidade.

As 25 regiões atendidas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Santa Luzia receberam ontem, 15, um espaço inteiramente revitalizado para atendimento das famílias em vulnerabilidade social. Atualmente a unidade tem 3.817 famílias cadastradas, que equivalem a cerca de 15 mil pessoas atendidas. De janeiro a julho de 2019, a equipe realizou 2.158 atendimentos.

São atendidos no local as regiões do Bocaina, Bom Retiro, Borato, Colônia Trindade, Conchas Velhas, Congonhas, Cristo Rei, Estrela do Norte, Jardim Boreal, Jardim Manacás, Jardim Sheiffer, Jardim Três Rios, Jardim Vitória, Loteamento América, Núcleo Cristo Rei, Periquitos, Pinheirinhos, Portal do Norte, Parque do Café, Santa Edwirges, Santa Luzia, Taquaruçu, Uvaia, Vila Real, Vila Romana.

“Este é o terceiro CRAS que estamos entregando para os pontagrossenses. É praticamente um novo espaço. Melhorar a estrutura física reflete diretamente no atendimento à população. Estamos trabalhando para desburocratizar e melhorar os nossos serviços como um todo, investindo em espaços, recursos humanos e equipamentos”, destaca a presidente da Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa, Simone Kaminski.

Nas melhorias realizadas no local foram investidos com recursos federais R$ 297.106,76 mil entre reparos e manutenção predial. Houve troca do piso e do forro, troca de todas as janelas e portas, da iluminação do local e revisão total da parte elétrica e hidráulica, pintura externa e interna, dos muros e das calçadas, banheiro com acessibilidade e rampas de acesso. Além disso, também foram adquiridos móveis (mesas, cadeiras, armários, longarinas, arquivos, entre outros), eletrodomésticos e eletrônicos (computadores, projetor multimídia, tela de projeção, purificador de água, lavadora de alta pressão, pipoqueira, lavadoras, smart TV 32”, entre outros).

A estrutura conta agora com recepção, sala exclusiva para atendimento do Cadastro Único (CadÚnico), sala de escuta qualificada, sala da coordenação, sala da equipe técnica, sala para trabalho com grupos, amplo salão, banheiros masculino, feminino adaptados, almoxarifados, cozinha, além da área externa para atividades ao ar livre, sendo realizado paisagismo através de parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

No local são feitos o cadastro no CadÚnico, PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família), atendimentos, acompanhamentos e orientações sobre programas, serviços e benefícios da assistência social. “Além disso, outros encaminhamentos para a rede sócio assistencial e rede setorial, Serviço de Proteção Social Básica em domicílio, entre outros serviços”, afirma a diretora do departamento de Proteção Social Básica, Tatyane Belo.

Outros dois CRAS estão em processo de revitalização: Sabará e Jardim Paraíso. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

11 de outubro de 2019

Ministros da Cultura discutem economia criativa e audiovisual

Arquivo

11 de outubro de 2019

Vereador suspeita de direcionamento em licitação da Revoada de Balões de R$ 130 mil

Divulgação

11 de outubro de 2019

Sanepar ganha prêmio nacional por programa de equidade

CASTRO

10 de outubro de 2019

Gestores participam de formação continuada

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra