11 de setembro de 2019

Sala do Empreendedor Digital completa um ano com 52 mil acessos

Divulgação

Há um ano, plataforma vem agregando serviços e acessos que facilitam o dia a dia do empresário. Já são aproximadamente 9 mil usuários.

A Sala do Empreendedor Digital, plataforma desenvolvida pela Coordenadoria de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação, da Secretaria Municipal da Fazenda, completa hoje, 11, um ano de atividade, contabilizando mais de 52 mil acessos e se aproximando da marca de 9 mil usuários. Com a proposta de agregar serviços e acessos que facilitam o dia a dia do empresário, a Sala do Empreendedor Digital de Ponta Grossa vem diminuindo a distância entre os empreendedores e soluções como emissão de guias, tutoriais sobre serviços, informações sobre formalização, entre outros.
“A Sala Digital surgiu pensando em facilitar a vida do empresário com processos que ele poderia resolver sem sair de casa, representando hoje um ponto de convergência de serviços para todas as modalidades de negócio. Os números desse primeiro ano de atividade mostram que estamos cumprindo nosso propósito: evitar o desperdício de tempo, evitar o deslocamento físico até os locais e eliminar a necessidade de acessar diversos sites para obter informações ou documentação”, explica a Coordenadora de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação, Tonia Mansani.

Dos 52 mil acessos no período e quase 9 mil usuários, a Sala Digital também registrou visita de outras cidades e regiões, sendo 56% dos acessos com origem em Ponta Grossa, mas 25% em Curitiba e 4% em São Paulo. Além também de acessos da região, como Carambeí e Guarapuava, e de fora do estado, como Porto Alegre e Brasília. E a procura pela Sala Digital não se traduz apenas no número de acessos, mas também pela redução de 15% nos atendimentos presenciais na Sala do Empreendedor. Além disso, houve redução também nos atendimentos para Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) em 8% e para Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) em 38%.

“Esta ferramenta facilita a vida de quem já tem um negócio, mas também fomenta o surgimento de novas empresas, simplificando o acesso a informações sobre formalização e microcrédito, por exemplo. Somente neste ano, a Sala do Empreendedor registrou quase 1.200 novas formalizações de empresas e a Sala Digital com certeza tem papel nesse crescimento. O número é 11% maior que as formalizações no mesmo período do ano passado”, destaca o secretário da Fazenda, Cláudio Grokoviski.

Pela Sala Digital é possível acessar serviços como impressão de boletos, parcelamento do Simples Nacional, acompanhamento do Alvará Online, emissão de Nota Fiscal, emissão de certidões negativas, informações sobre crédito, capacitações e tutoriais sobre documentos obrigatórios para empresários ou como realizar outros processos. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

20 de novembro de 2019

Diretor-geral da Alep preso na Operação Taxa Alta é exonerado

Arquivo

20 de novembro de 2019

Câmara promulga fim da cobrança da tarifa mínima da Sanepar

Arquivo

20 de novembro de 2019

Gaeco cumpre mandados de prisão em investigação de contrato do Detran

Divulgação

19 de novembro de 2019

Após denúncia de calote, Prefeitura programa repasses para Fundo da Cultura

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra