10 de janeiro de 2019

Reestruturação do MDB no Paraná terá início nas cidades com maior número de habitantes

Divulgação

O presidente estadual do Movimento Democrático Brasileiro, João Arruda, coordenou ontem a primeira reunião da executiva do partido em 2019.

O Movimento Democrático Brasileiro do Paraná (MBD-PR) vai começar a sua reestruturação pelos diretórios municipais das cidades com mais de 100 mil habitantes como Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel, Foz do Iguaçu, São José dos Pinhais, Colombo, Guarapuava e Paranaguá.

“Vamos convocar todos os diretórios a se organizar, ou vamos montar as comissões provisórias e realizar as convenções ainda no primeiro semestre deste ano. Faremos ainda uma avaliação dos resultados e do desempenho do partido nas últimas eleições. O MDB será, de novo, o partido mais representativo nas cidades do Paraná”, disse o presidente estadual da legenda, João Arruda.

A executiva estadual também organizará para março ou abril, um fórum dos prefeitos do MDB que irá definir a pauta municipalista. “Temos a experiência de administrações exitosas que tem respaldo popular nas cidades. Tem questões em comum nas prefeituras que vão da saúde, segurança pública e que passa também pelo transporte público, mobilidade urbana, entre outras”, apontou Arruda.

O partido também decidiu reforçar a chapa de vereadores para 2020. Com o fim da coligação partidária nas eleições proporcionais, o MDB avalia um bom cenário para o partido aumentar as bancadas nos legislativos municipais. “Vamos filiar novas lideranças por segmentos – jovens, professores, empresários – e mostrar a importância das Câmaras de Vereadores na fiscalização dos usos de recursos pelas prefeituras e também como um espaço para discussão assuntos pertinentes de cada cidade paranaense”, afirmou o presidente.

De acordo com Arruda, a reestruturação do partido vai culminar no congresso estadual que o MDB fará no mês de setembro. “Até lá, tudo estará organizado, diretórios, os setores do partido, a pauta municipalista, o conselho político, as novas filiações. A partir do congresso, o partido vai focar nas eleições municipais de 2020”, concluiu. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

26 de junho de 2019

Em fim de mandato, Rangel promete deixar licitado asfalto em 90% das ruas de PG

Divulgação

CASTRO

26 de junho de 2019

Curso prepara lideranças comunitárias

Divulgação

26 de junho de 2019

Erva-mate pode impulsionar economia no Vale do Iguaçu

Divulgação

26 de junho de 2019

É preciso uma reforma que corrija distorções, diz Aliel

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário