19 de maio de 2017

Rangel sanciona lei que proíbe comércio de produtos no transporte coletivo

Arquivo

A lei que proíbe a venda, promoção e comercialização de quaisquer produtos, dentro dos ônibus do transporte coletivo urbano do Município, bem como nos respectivos terminais e pontos de parada

O prefeito Marcelo Rangel (PPS) sancionou ontem a lei que proíbe a venda, promoção e comercialização de quaisquer produtos, dentro dos ônibus do transporte coletivo urbano do Município, bem como nos respectivos terminais e pontos de parada. O projeto de lei foi apresentado pelo vereador Paulo Balancin (PTN) e aprovado na Câmara Municipal. A medida foi tomada após a agressão de um ambulante contra um trabalhador da concessionária do transporte coletivo.

O Poder Executivo regulamentará a lei no prazo de 30 dias, especialmente no que se refere a sua fiscalização e aplicação das sanções em caso de descumprimento.


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

23 de outubro de 2020

Pauliki propõe descentralizar e ampliar atendimento à saúde

Divulgação

23 de outubro de 2020

Professor Gadini destaca a importância de fornecer produtos orgânicos para refeições servidas no Município

Divulgação

23 de outubro de 2020

Mabel Canto vai resgatar Parque Margherita Masini

Divulgação

23 de outubro de 2020

Professora Elizabeth vai implantar o Programa Segurança nas Escolas

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário