31 de agosto de 2019

Rangel dá calote em servidores efetivos, mas paga próprio salário, da vice, secretários e comissionados

Divulgação

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais denuncia que R$ 1,6 milhão devolvidos pela Câmara Municipal na última quinta-feira, 29, foi utilizado para pagar os salários do prefeito, da vice-prefeita, dos secretários e cargos em comissão. Servidores efetivos ficaram sem receber ontem, 30, os valores das horas extras e do Prêmio PMAQ.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SindServ) denuncia que o prefeito Marcelo Rangel (PSDB) pagou ontem, 30, o salário dos servidores efetivos e comissionados, mas deixou de pagar as horas extras e o Prêmio PMAQ (Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica).

Na quinta-feira, 29, o presidente da Câmara Municipal, Daniel Milla (PV), transferiu para a conta da Prefeitura R$ 1,6 milhão do orçamento do Legislativo. “Com essa ajuda, a expectativa dos servidores era de que não haveria atraso no pagamento das extras e nem do PMAQ. A suspeita dos trabalhadores é de que o Governo utilizou-se do recurso vindo da Câmara para pagar os salários dos secretários e comissionados”, denunciou o Sindicato em nota veiculada nas redes sociais.

Ainda ontem, o presidente do SindServ, Roberto Ferensovicz, e membros da diretoria, juntamente com uma Comissão de Servidores, se reuniram com o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Ricardo Linhares, para saber os motivos pelos quais não foram pagos os valores das horas extras e do Prêmio PMAQ na folha de pagamento do mês de agosto e qual a data que os valores serão depositados. O secretário informou que as horas extras não foram pagas porque foi realizada uma auditoria para verificar os valores, afirmando que o procedimento foi determinado para identificar possíveis irregularidades na quantidade das horas extraordinárias. Em relação ao Prêmio PMAQ, Linhares informou aos trabalhadores que haviam valores muito altos e que estavam sendo pagos em duplicidade, por isso retirou da folha. Tambémfoi informado pelo secretário de Recursos Humanos que o pagamento das horas extras e Prêmio PMAQ serão depositados na próxima quarta-feira, 04.

Ao Blog do Johnny, na última quinta-feira, 29, após ser veiculada matéria sobre dificuldades financeiras da Prefeitura para pagar a folha de pagamento, Linhares entrou em contato informando que o pagamento da folha iria “sair normal como todos os meses”, o que não ocorreu e comprovou a denúncia feita pelo blog com base em informações prestadas pelo SindServ.

A verdade é que o pagamento das horas extras e do Prêmio PMAQ não foram feitos aos servidores efetivos devido às dificuldades financeiras e a falta de gestão dos recursos públicos da atual administração municipal.


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

18 de outubro de 2019

Maurício Silva se prepara para reassumir mandato

Divulgação

18 de outubro de 2019

Compliance é marca de inovação na administração pública do Estado

Divulgação

18 de outubro de 2019

Castro recebe prêmio em Saúde Bucal

Divulgação

17 de outubro de 2019

Unidade aérea da Polícia Militar tem novo comandante

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra