2 de junho de 2017

Prolar inicia projeto de Horta Comunitária em conjuntos habitacionais

Divulgação

Famílias interessadas já realizaram pré-cadastro durante projeto social da Prolar no Costa Rica. As selecionados ficarão responsáveis pela manutenção de uma horta e poderão usufruir dos alimentos produzidos

Uma parceria entre a Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) e a Companhia Paranaense de Energia (Copel) vai implantar o projeto de Hortas Comunitárias nos conjuntos habitacionais do município. O projeto será iniciado de forma piloto no conjunto Costa Rica (I, II e III), permitindo que famílias selecionadas se tornem responsáveis pela manutenção de uma horta conjunta e possam usufruir dos alimentos produzidos.

A Copel irá disponibilizar um terreno no Costa Rica para o desenvolvimento do projeto. O número de famílias beneficiadas neste primeiro momento vai depender de quantos canteiros poderão ser formados nesta área, o que será definido em uma próxima reunião entre os parceiros. Em evento social promovido pela Prolar no Costa Rica neste último final de semana, as famílias interessadas em participar da Horta Comunitária já puderam realizar um pré-cadastro. A produção de alimentos excedentes poderá também ser comercializada pelas famílias.

“A ideia surgiu com base no projeto Horta em Casa, desenvolvido em 2014. Pensamos em uma proposta parecida, aproveitando espaços vazios dos conjuntos habitacionais. A produção vai garantir alimentação de qualidade para os participantes, além de uma possibilidade de gerar renda para essas famílias, no caso da comercialização da produção excedente”, avalia o presidente da Prolar, Dino Schrutt.

Depois de definido o número de participantes e os critérios de seleção das famílias, os beneficiados pelo projeto receberão as mudas e as instruções de plantio da equipe da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “Através da horta comunitária, as famílias produzirão alimentos de qualidade, além da possibilidade de renda extra. Isso é muito importante e vem ao encontro das ações desenvolvidas pela SMAPA, que é proporcionar um ambiente mais saudável às famílias através da agricultura”, aponta o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ivonei Afonso Vieira.

Inicialmente, o projeto funcionará no Conjunto Habitacional Costa Rica (I, II e III), mas a proposta é ampliar a Horta Comunitária para outros espaços. De acordo com a Prolar, nas próximas etapas devem ser beneficiados os conjuntos Parque dos Sabiás e Parque das Andorinhas.

As famílias do Costa Rica que têm interesse em participar da Horta Comunitária, podem realizar o cadastro diretamente com a Prolar: Rua Balduíno Taques, 445 – 3º piso, telefone 3222-1257. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

27 de fevereiro de 2021

Agência do Trabalhador realizará atendimento apenas remoto

Arquivo

27 de fevereiro de 2021

Prefeitura amplia restrições para enfrentamento da Covid-19

Divulgação

27 de fevereiro de 2021

Fiscalização da Prefeitura percorre 132 estabelecimentos

Arquivo

CASTRO

26 de fevereiro de 2021

Saúde retoma vacinação contra a Covid-19 de idosos acima de 85 anos

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista