28 de dezembro de 2018

Prefeitura consolida avanços e estabelece metas para o próximo ano

Arquivo

“O próximo ano teremos ainda mais a realizar, queremos manter tudo que foi exitoso e aprimorar ainda mais os investimentos para melhorar a qualidade de vida dos pontagrossenses”, destaca o prefeito Marcelo Rangel.

A Prefeitura de Ponta Grossa conclui o ano de 2018 com avanços sólidos nas mais diversas áreas, sinalizado a capacidade do Município crescer de forma consistente e estratégica, ganhando cada vez mais espaço como uma das mais importantes potências do Estado. “O ano de 2018 foi carregado de desafios e ao mesmo tempo cheio de conquistas. Foram muitos investimentos em todas as principais áreas da cidade, Educação, Saúde, Assistência Social, Segurança, Indústria e Comércio, Planejamento, Obras, Lazer, Transporte, entre outras. O próximo ano teremos ainda mais a realizar, queremos manter tudo que foi exitoso e aprimorar ainda mais os investimentos para melhorar a qualidade de vida dos pontagrossenses”, destaca o prefeito Marcelo Rangel (PSDB).

SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL (SMICQP):

Foi dado suporte do micro ao grande empresário, buscando fomentar a economia ao desenvolver todos os setores. Grandes projetos tiveram sua sequência desenvolvida em 2018. O Aeroporto Municipal recebeu obras de revitalização na pista através de um investimento de R$ 4,2 milhões, o Parque de Confecções já tem previsão de início de obras – primeiro semestre de 2019 – e as restaurações do Mercado Municipal e Estação Saudade seguem em obras.

A Prefeitura qualificou mais de 9 mil pessoas com um investimento de R$ 740 mil e iniciou a emitir carteira de identidade (RG) e de trabalho (CTPS) através da Agência do Trabalhador – que aumentou a oferta de vagas de emprego em 19%, chegando a 6.202 vagas disponibilizadas. Em dois meses um projeto focado na empregabilidade de jovens da rede estadual de ensino atendeu mais de dois mil alunos.

Mais de 1,8 microempreendedores individuais (MEIs) foram formalizados através da administração municipal, que também lançou um suporte online para fomentar a autogestão do microempresário e lançou a primeira aceleradora de negócios municipal do Brasil.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA E PLANEJAMENTO (SMIP):

Novas escolas, pavimentações asfálticas, unidades de saúde e espaços de lazer foram viabilizados pela Secretaria em 2018. Grandes obras de infraestrutura foram iniciadas, como a revitalização da Rua do Rosário e avenidas Carlos CavalcantieMonteiro Lobato – que, juntas, somam mais de R$ 16 milhões de investimentos – além da ligação entre o Contorno Leste e o Distrito Industrial.

Foi dado início à execução do projeto de paisagismo e arruamento do Parque de Olarias, através de um investimento de R$ 4,09 milhões. Para os próximos dois anos estão garantidos R$ 55 milhões em recursos voltados à pavimentação asfáltica, que devem ser distribuídos em projetos que contemplarão diferentes regiões da cidade.

INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE PONTA GROSSA (IPLAN):

Foi retomada em 2018 a revisão do Plano Diretor, e em conjunto foi dado início à elaboração do primeiro Plano de Mobilidade Urbana da história de Ponta Grossa. Oito encontros comunitários foram realizados para ouvir a população, e a estimativa é que os documentos sejam finalizados no início de 2019. O Iplan também recebeu 29 Estudos de Impacto de Vizinhança (EIVs), que estão sendo analisados e devem resultar em obras da iniciativa privada que beneficiem a comunidade.

COMPANHIA PONTAGROSSENSE DE SERVIÇOS (CPS):

Através do programa Asfalto Cidadão, que leva obras de pavimentação asfáltica completas a todos os bairros da cidade, a CPS pavimentou 54 trechos em 17 regiões neste ano, o corresponde a mais de 6 quilômetros de extensão – nove quadras a mais do que no ano passado. Foi comercializado um total de 65 quadras, que devem ser concluídas no prazo de até dois anos. Também foi dado apoio em outros serviços da Prefeitura, além ter sido executados 8,5 mil metros de galerias de águas pluviais e 11 mil metros de meio-fio em diferentes pontos da cidade.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SERVIÇOS PÚBLICOS (SMSP):

Entre os diversos reparos realizados em todas as regiões da cidade através da operação tapa-buracos, patrolamentos, limpezas de galerias pluviais, entre outros, dez arroios foram limpos e deles foram retiradas mais de trinta e duas toneladas de resíduos. Com o lema da sustentabilidade, foram criados locais como o “Parcão”, um espaço com equipamentos reutilizados voltados ao lazer com cães, e a Praça do Pôr do Sol.

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (SME):

Na pasta da Educação estão concentrados grandes avanços para a população. Com os investimentos realizados na infraestrutura das escolas e na formação dos professores, a cidade tem agora 131 das suas 145 escolas e CMEIs ofertando aulas em Tempo Integral. Assim, teremos em 2019 74% dos alunos estudando em tempo integral (4,5 mil alunos a mais do que neste ano).  Somente o Ensino Fundamental em Tempo Integral ganhou 3,6 mil vagas. São 29 obras de reforma, ampliação ou novos CMEIs e escolas finalizadas, em andamento ou iniciadas em 2018 – 18 delas já foram entregues. Os investimentos somam R$ 42,5 milhões.

SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE (SMS):

A Saúde municipal vem evoluindo a cada ano, foram feitas melhorias em todas as esferas, desde a Atenção Primária até a Secundária. Os investimentos para que as mudanças acontecessem foram municipais, estaduais e federais. Foi realizado neste ano a reestruturação do Hospital Municipal da Criança João Vargas de Oliveira, através da Associação Amigos do HC e as parcerias com a sociedade civil, população e Poder Judiciário. Através delas foram entregues 16 novas enfermarias e o Centro Cirúrgico totalmente reformado. Outra melhoria que reflete diretamente na população são as reformas e construções de novas Unidade Básicas de Saúde (UBS), apenas este ano a população passou a usar a UBS do Bonsucesso e do Recanto Verde, a de Olarias teve início das obras e outras duas na Vila Estrela e Coronel Cláudio estão sendo reformadas e ampliadas. O Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) também entrou nos destaques de 2018. Após sua reforma e ampliação já atendeu cerca de 5.300 pacientes.

SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS SOCIAIS (SMPPS)/ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE POTA GROSSA (FASPG):

O ano iniciou com mudanças nessas áreas que trabalham juntas, e são ligadas as causas e situações para os que mais precisam e estão em vulnerabilidade social. Tudo começou com a mudança da antiga Secretaria Municipal de Assistência Social para Fundação Municipal de Assistência Social (FASPG) que possibilitou investimentos e melhorias nos serviços já prestados à população por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e pelos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas). Compras de novos carros para os serviços, melhorias nas estruturas e troca de prédios foram destaques em 2018. Outro marco que não pode deixar de ser mencionado são as parcerias firmadas com os empresários da cidade através do Selo Social. Elas iniciaram em 2017 e continuaram fazendo com que espaços públicos voltassem a ter vida, como é o caso da biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificados, localizado na Coronel Cláudio, e a brinquedoteca do Cras da 31 de março. Através destas parcerias foi possível ultrapassar a meta da Campanha ‘Natal Sem Fome 2018’ e mais de duas mil famílias foram beneficiadas com cestas básicas. E para fechar foi possível dar continuidade aos serviços já realizados nos Centros Dia do Idoso e da Pessoa com Deficiência, porém com estrutura melhorada e ampliação de serviços.

AGÊNCIA DE FOMENTO ECONÔMICO DE PONTA GROSSA (AFEPON):

A Agência de Fomento Econômico de Ponta Grossa (Afepon), realizou no ano de 2018 o total de 14.661 atendimentos à população, entre serviços como instalação de luminárias e alterações de potência, além do trabalho de manutenção preventiva de todo os sistemas instalados no Município, essencial para a segurança dos cidadãos.

Destas demandas, 9.697 foram cadastradas através do sistema 156, canal de comunicação que funciona como ouvidoria para os cidadãos, o que representa 47% das 20.625 dos pedidos no período. De todas as solicitações realizadas pela população à Afepon, mais de 95% já foram concluídas e outros 2% foram respondidas ou estão em andamento.

PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO E SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA (PGM – SMF):

A ação conjunta das secretarias desencadeou diversas ações do programa de Justiça Fiscal em 2018. Com os resultados positivos, a administração foi reconhecida com o Prêmio Gestor Público Paraná, na categoria administração tributária. Entre as medidas implementadas em 2018 estão a criação do Devedômetro, com a divulgação do índice de inadimplência de IPTU e Taxa do Lixo em tempo real para acompanhamento da população, a ferramenta que permite filtrar o índice de inadimplência por rua, a efetivação do protesto como ferramenta de cobrança, entre outros. Também foram desenvolvidas estratégias para estimular o adimplente, como o programa IPTU Premiado, que sorteou um carro 0KM e 20 prêmios de R$ 1 mil para todos os cadastros que estavam em dia com o pagamento dos tributos, e o programa Só é Dono Quem Registra, que garantiu desconto de 50% para o registro de imóveis realizado até o final deste ano. E o resultado já foi percebido, com a queda da inadimplência de quase 40% em janeiro de 2018, para a casa de 20% em dezembro. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Aliel entrega ambulância para a Saúde de Palmeira

Arquivo

19 de janeiro de 2019

Tribunal de Contas do Estado comprova falhas no transporte coletivo de PG

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Secretaria de Estado de Saúde paga prestadores da área de hemodiálise

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Estado prepara lei para formalizar reforma administrativa

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

25 de maio de 2017

Justiça nega sigilo de dívida de R$ 4,4 milhões do MM MercadoMóveis ao Município

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

Arquivo

1 de agosto de 2017

Dívida de R$ 4,4 mi do MercadoMóveis daria para construir 250 casas, 4 Unidades de Saúde ou 3 escolas