2 de dezembro de 2017

PDT de Osmar Dias e Márcio Pauliki sinaliza aliança com Requião

Arquivo

Márcio Pauliki além de comprometer a votação dos deputados federais Sandro Alex e Aliel Machado (que irão disputar a reeleição), em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais, pode não alcançar legenda e ainda tirar a reeleição de Aliel

O pré-candidato ao governado do Paraná, Osmar Dias, que tem como seu principal aliado em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais o deputado estadual Márcio Pauliki (ambos do PDT), esteve reunido ontem com o senador Roberto Requião e o seu filho, o deputado estadual Requião Filho (ambos do PMDB). Segundo Osmar, no encontro foram tratados projetos em comum que PDT e PMDB têm a apresentar aos paranaenses em 2018.

“As conversas que tenho tido visam principalmente somar ideias, conversar sobre os desafios e sobre o futuro do Paraná. E foi nesse sentido que conversei hoje com o senador Requião e o deputado Maurício”, disse Osmar, dando conta que buscou a participação de Requião para a formulação de um plano de governo e que a discussão sobre candidaturas e alianças será feita posteriormente.

Além de reafirmar o compromisso da elaboração de um plano de governo em conjunto com Osmar Dias, Requião fez críticas ao governo Beto Richa (PSDB). “Nós combinamos reunir equipes para formularmos um programa para resolver os problemas do Estado comum. Para dar uma resposta concreta aos professores marginalizados e perseguidos, ao desenvolvimento do Estado que parou, aos problemas da saúde, aos problemas da segurança pública”, criticou o senador. “A notícia que eu quero dar a vocês é que neste primeiro momento, sem definição de candidaturas majoritárias, PMDB e PDT estarão redigindo um programa comum para resolver do ponto de vista do interesse do povo, do desenvolvimento e do emprego, os problemas deixados por essa desgraceira que é o governo do PSDB no Estado do Paraná”, concluiu.

Os vídeos dos dois “urtigões” foi gravado separadamente e divulgado nas redes sociais (confira abaixo).


PAULIKI VAI COM REQUIÃO?

O deputado estadual Márcio Pauliki (PDT), que entrou para a vida pública aliado ao PT, apoiando as candidaturas da senadora Gleisi Hoffmann para o governo do Estado e da presidenta Dilma Rousseff nas últimas eleições, com elogios ao governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (todos do PT), e recentemente apareceu apoiando o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), na invasão da Fazenda Capão do Cipó em Castro, uma área voltada para pesquisas agropecuárias das cooperativas da região dos Campos Gerais, ‘fiel escudeiro’ de Osmar Dias em Ponta Grossa e região, também vai com Requião?

Com o ‘bonde em movimento’, Márcio Pauliki ‘pegou carona’ na base do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa. À sombra do deputado estadual Plauto Miró (DEM), que auspiciosamente lhe encoraja para uma candidatura a deputado federal, Pauliki nunca ‘sentou na janela do bonde’.

Com a palavra Márcio Pauliki…

Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

16 de abril de 2021

Prefeitura e RodoNorte firmam parceria para revitalização de praça em Tibagi

Arquivo

16 de abril de 2021

Cadastro para Vale-Mercado será apenas presencial, a partir de segunda

Divulgação

15 de abril de 2021

CCR RodoNorte reforça avanços e compromisso com prazos de obras

Arquivo

15 de abril de 2021

Ponta Grossa registra queda de 44,6% na média móvel dos casos de Covid-19

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista