24 de julho de 2017

Pauliki terá ‘culhão’ para sair federal ou vai ‘afrouxar a tanga’ outra vez?

Arquivo

Experiente, Plauto Miró embora almeje a dobrada é cauteloso. Os seus ‘soldados’ em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais ainda não receberam a ‘ordem unida’ .

O deputado Márcio Pauliki (PDT) pressionado pelo deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM), ambos estaduais, diz que será candidato a deputado federal. O problema é que Pauliki não passa convicção na palavra, talvez por ter ficado ‘em cima do muro’ no 2º turno da eleição municipal de 2012; por ter ‘afrouxado a tanga’ na disputa pela Prefeitura de Ponta Grossa no ano passado quando disse que seria candidato; ou por ter se declarado independente e ter ‘pulado a cerca’ do governador Beto Richa (PSDB). As posições políticas tomadas por Pauliki ao longo da sua vida pública não contribuem para dar credibilidade ao seu discurso.

A chance de Ponta Grossa e a região dos Campos Gerais eleger três deputados federais existe, mas há risco. E esse risco não corre apenas Pauliki, mas também os deputados federais Sandro Alex (PSD) e Aliel Machado (REDE), que devem disputar a reeleição. Com o risco, vem o receio: disputar uma eleição para deputado federal quando a eleição/reeleição para deputado estadual é muito mais fácil? É esse sentimento que impede Pauliki de passar convicção na palavra.

Experiente, Plauto Miró embora almeje a dobrada é cauteloso. Os seus ‘soldados’ em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais ainda não receberam a ‘ordem unida’ .

Dia destes, buscando o compromisso de Pauliki junto ao empresariado, Plauto participou de um jantar ao lado do pedetista, que deu a sua palavra que será candidato a deputado federal. Talvez seja por conta das posições políticas tomadas até aqui que Pauliki acumule rejeição junto ao empresariado, classe da qual faz parte. Quem sabe seja a hora de se redimir e honrar o compromisso.

De olho na Prefeitura de Ponta Grossa em 2020, o deputado Aliel Machado cogita nos bastidores a possibilidade de sair candidato a deputado estadual caso não se sinta seguro da reeleição (no cenário com Sandro e Pauliki candidatos a federal), aposentando o deputado estadual Péricles de Mello (PT) da vida pública. Mas Aliel tem trabalhado duro para alcançar o objetivo de se reeleger, na região e em diversas regiões do Estado como líder da REDE.

Embora o risco de perder a eleição exista para todos os que se aventuram a disputar um cargo público, a reeleição do deputado federal Sandro Alex parece a mais consistente. Focado, Alex possui o reconhecimento do seu trabalho pela maioria dos prefeitos da região e vem abrindo bases em regiões próximas dos Campos Gerais, como Norte Pioneiro e Centro Sul. E apesar da oposição discordar por não querer ‘dar o braço a torcer’, o prefeito Marcelo Rangel (PPS) vem fazendo um bom trabalho em Ponta Grossa, que irá somar na reeleição do seu irmão, Sandro Alex.

Há ainda o apoio majoritário que deve somar caso Osmar Dias (PDT) seja candidato ao governo do Estado para Pauliki ou Ratinho Júnior (PSD) para Sandro Alex.

VOTOS – Nas últimas eleições, em 2014, Ponta Grossa tinha 232.829 eleitores. Destes, 171.089 (73,48%) dos votos foram válidos. Aliel Machado fez 61.095 votos. Sandro Alex obteve 43.786 votos. Outros candidaturas locais (João Barbiero, 13.358, Professora Elizabeth Schmidt, 9.489 e Pietro Arnaud, 3.998), somaram 26.850 votos. Outros 39.360 votos foram para ‘forasteiros’.

Com a participação dos três ao cargo de deputado federal (Sandro, Aliel e Pauliki), a eleição do ano que vem tende a ser mais disputada, fazendo com que outros nomes da cidade avaliem a sua participação como candidatos a deputado federal, espantem os ‘forasteiros’, e o número de abstenção, votos em branco e nulos também diminua. Neste cenário, Ponta Grossa possui condições de eleger três deputados federais daqui.


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

24 de novembro de 2020

Mabel Canto quer mais valorização do esporte

Divulgação

24 de novembro de 2020

Professora Elizabeth vai fortalecer rede de atendimento da assistência social

Divulgação

23 de novembro de 2020

Plauto pede explicações sobre instalação de penitenciária em Uvaranas

Divulgação

23 de novembro de 2020

Professora Elizabeth vai implantar CEP Cidadão para residenciais sem Correios

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra