22 de outubro de 2020

Pauliki pretende transformar PG na capital do ecoturismo

Divulgação

Por meio de diversas ações, o administrador e candidato a prefeito visa apostar no que a cidade tem de melhor, suas belezas naturais, sua história e sua gente.

Transformar Ponta Grossa na capital do ecoturismo, impulsionando a economia local e gerando empregos através do setor é o que almeja Marcio Pauliki (SD), candidato a prefeito de Ponta Grossa. Por meio de diversas ações, o administrador visa apostar no que a cidade tem de melhor, suas belezas naturais, sua história e sua gente.

Ponta Grossa já é reconhecida pelo seu potencial turístico, entretanto, segundo Pauliki, o setor ainda tem muito a se desenvolver e a ser explorado. “Um de nossos principais objetivos é despertar o interesse dos turistas por toda nossa região. Com um bom cronograma de projetos, tenho certeza que podemos desenvolver nosso turismo rural, ecológico, religioso e de eventos”, evidencia.

Para os distritos, o candidato a prefeito tem um plano traçado de fortalecimento turístico. “Em Guaragi acontece a Festa do Colono, um evento que resgata a história, com música, dança e comida boa. Em nossa administração, nós vamos fortalecer e ampliar essa bela festa”, garante.

Quanto a tradicional festa da cidade, a MünchenFest, Pauliki é categórico. “Ela vai continuar sim. Mas como era antes, no Centro de Eventos”, afirma. O candidato destaca que pretende transformá-la no maior festival de cultura de toda a região e ainda realizar uma grande Festa dos Tropeiros.

Os balneários populares também estão entre os projetos do candidato, em especial, o Balneário do Rio Verde. “Vamos revitalizar essa área do Balneário Rio Verde que já é um lugar lindo, para que essa seja mais uma opção de lazer na nossa cidade, tanto para população quanto para quem vem de fora”, completa.

VILA DO ECOTURISMO DE ITAIACOCA – De acordo com Pauliki, em Itaiacoca, o intuito é aproveitar os vários atrativos de lazer, descanso, prática de esportes e gastronomia, para transformar a região na Vila do Ecoturismo de Itaiacoca. “Será um lugar para as pessoas curtirem, descansarem e contemplarem a natureza”, pontua.

Na estrada de Itaiacoca, Pauliki cita que irá construir um Centro de Atendimento e Apoio, que ficará próximo a uma grande antena de telecomunicações instalada nas proximidades da PR-513, no meio do trajeto, entre Uvaranas e a Capela Bom Jesus, no Passo do Pupo. O objetivo é que todos os visitantes da região, em especial, os que virão pela futura ciclovia, possam contar com uma estrutura completa de atendimento e segurança necessária. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

23 de novembro de 2020

Mabel propõe premiação para empresas incentivadoras de ações culturais

Divulgação

23 de novembro de 2020

Aliel entrega veículo para Comunidade Terapêutica Rosa Mística

Divulgação

23 de novembro de 2020

TRE suspende divulgação de Pesquisa Equação/Arbeit

Divulgação

21 de novembro de 2020

Professora Elizabeth destaca projetos e ações para crianças e jovens

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra