28 de novembro de 2019

Obra da Maternidade abre oportunidades de trabalho

Arquivo

Prédio está sendo construído ao lado do Hospital Regional através de emenda de R$ 4 milhões indicada pelo deputado Aliel Machado.

A construtora responsável pelas obras da Maternidade Pública dos Campos Gerais, que está sendo construída ao lado do Hospital Universitário Regional, vai abrir na próxima semana novas vagas para contratação de trabalhadores. A Maternidade está sendo construída através de uma emenda parlamentar individual indicada pelo deputado federal Aliel Machado (PSB) no valor de R$ 4 milhões.

De acordo com a BC1, serão contratados de imediato pedreiros para acabamento e para acabamento em altura, carpinteiros e ajudantes. Além disso, em breve também serão contratados instalador de ar condicionado, gesseiro e pintores. Com as novas vagas, a obra terá mais de 20 pessoas trabalhando.

O objetivo das contratações é dar mais celeridade ao trabalho, que tem prazo de entrega previsto para o primeiro semestre do ano que vem. Na semana passada, através da intervenção do deputado federal Aliel Machado junto ao Ministério da Saúde, a Caixa recebeu R$ 2,9 milhões que restavam para a conclusão da obra, cujo pagamento é feito por medições. Esse valor já está depositado na Caixa para agilizar os pagamentos à construtora e acelerar as etapas da construção. “Com o repasse do recurso do Ministério da Saúde para a Caixa, a construtora dará celeridade na execução da obra, visto que é uma obra de grande importância para a cidade de Ponta Grossa e toda a região”, afirma Guilherme Coltri, engenheiro responsável pela obra.

“A Maternidade é sem dúvida uma das nossas prioridades. Estamos acompanhando a obra desde o início, sempre buscando auxiliar junto ao Ministério da Saúde no que for necessário para acelerar o processo”, relata Aliel.

Os trabalhadores interessados nas vagas podem procurar a Agência do Trabalhador na próxima terça-feira, dia 3, na esquina das ruas Dr. Colares esquina e Sant’ana.

SOBRE A OBRA – A Maternidade terá dois pavimentos em concreto armado, área de cerca de 1300 metros quadrados, 20 leitos em 10 quartos, sala para atendimento de emergência e consultórios obstétricos. Além disso, o HU continua a atender às gestantes nos leitos já existentes, centro obstétrico e pronto atendimento especializado integrado ao programa Rede Mãe Paranaense.

Além da edificação principal, está prevista uma ampliação de 481 metros quadrados de área para estacionamento. Toda a calçada de acesso ao HU será refeita para eliminar irregularidades, incluir novas rampas no meio fio e colocação de piso podotátil, para acessibilidade. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

10 de dezembro de 2019

Assembleia aprova projetos que alteram Previdência dos servidores estaduais

Divulgação

10 de dezembro de 2019

Ponta Grossa terá voos diários diretos para Congonhas

Divulgação

10 de dezembro de 2019

Seminário sobre futebol feminino reúne especialistas em Brasília

Divulgação

10 de dezembro de 2019

Fiscalização da Receita diminui inadimplência em Ponta Grossa

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra