19 de setembro de 2019

Mostra ‘Eliseu Lacerda’ conta história através do cinema

Divulgação

A temática conta parte da história do Paraná e do Brasil e a mostra é uma homenagem ao professor Eliseu Lacerda e membros e associados do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, intelectuais e estudiosos.

O Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, em Curitiba, lançou na última terça-feira, 17, a “Mostra de Cinema Professor Eliseu Lacerda’’ com a exibição dos documentários “Notícias da Rainha”, “ A que deve a honra da ilustre visita este simples marquês’’, e “ Vozes do meu vale’’. A temática conta parte da história do Paraná e do Brasil e a mostra é uma homenagem ao professor Eliseu Lacerda e membros e associados do instituto, intelectuais e estudiosos além dos familiares. O ex-governador Mário Pereira, engenheiro eletricista, prestigiou a mostra.

A mostra é uma extensão do projeto “O cinema conta história’’, idealizado por Eliseu Lacerda em 2010. “Eliseu Lacerda teve a ideia do Instituto para promover a difusão da história por meio de documentários de curtas ou de médias metragens e então criamos o projeto “O cinema conta história’’. Nesta segunda fase, foi lançada a mostra de cinema que será repetida anualmente e levou o nome de seu idealizador’’, conta o general José Rodrigues, diretor cultural do Instituto.

“Hoje rememoramos o nosso associado Eliseu Lacerda que foi muito importante para o Instituto. Esses documentários provavelmente servirão para o futuro e o Instituto está sempre aberto para todos que queiram mostra o seu trabalho nas áreas da história e geografia. Tudo será sempre muito bem apreciado porque o instituto representa a cultura, a etnologia e outras questões ligadas ao Paraná”, disse o presidente Paulo Roberto Habner.

HOMENAGEM – A proposta de nominar a mostra e a seleção de filmes partiu de Saulo Adami, associado do Instituto. “Uma sugestão que foi aprovada para a primeira mostra de cinema Professor Eliseu Lacerda, uma homenagem ao criador do projeto. Segundo Saulo Adami, a mostra representa a cultura e a etnologia, o que considera, aspectos muito importantes para a história do Paraná e do Brasil.

Ainda de acordo Saulo Adami, o projeto “O cinema conta história’’ terá exibições a cada três meses no decorrer do ano. A mostra, por sua vez, ocorrerá anualmente durante o mês de setembro e trará novos filmes a cada edição.

A importância do evento foi destacada por Hapner. “O Instituto sentiu-se grandemente honrado em festejar essa data em homenagem ao Eliseu Lacerda. Ele foi idealizador de vários projetos, o que inclui esta mostra de cinema. Os documentários são importantes porque trazem fatos reveladores da história e da geografia do Paraná’’.

FAMÍLIA – Carlos Sebastian Noziglia Lacerda, um dos filhos de Eliseu Lacerda, explicou o sentimento da família pela realização do projeto “Para nossa família é uma felicidade muito grande estar aqui hoje. É uma experiência muito rica, tudo o que a gente pode presenciar aqui com esses vídeos foi maravilhoso’’, disse.

Presentes no evento, os três filhos de Eliseu Lacerda receberam uma placa comemorativa em homenagem ao pai. Pilar Emili Noziglia Lacerda (engenheira agrônoma), Andrea Alice Lacerda Pegorini (engenheira química) e Carlos Sebastian Noziglia Lacerda (engenheiro civil). Como o pai, todos são também engenheiros de segurança do trabalho.

Em sua fala, Carlos fez questão de relembrar a figura do pai, falecido em 2010. “Ele era um historiador, deixou histórias e marcas para a família e a todos por seu trabalho e interesse pelas boas causas. Por onde a gente vai, conversamos com as pessoas e elas contam alguma história do meu pai, seja engraçada ou algo que aconteceu. Para nós, os filhos, é muito bacana e emocionante representar seu legado’’.

ELISEU LACERDA – Eliseu Lacerda (1941-2010), engenheiro florestal, pós graduado em economia florestal e especialista em fotogrametria além de fotointerpretação. Ao longo do seu trabalho, o professor expôs seus conhecimentos na Universidade Estadual do Paraná, Universidade de Alfenas (MG) e Universidade do Contestado (SC). Em 1975, tornou-se membro da diretoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea/PR), atuando diversas vezes como presidente. Em 1976 e 1986 foi membro do Instituto de Engenharia do Paraná. No ano de 1976, recebeu o certificado de “serviços relevantes prestados à Nação’’ pela  Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. Em 1977, recebeu a placa de prata também pelo Crea/PR pelos “serviços relevantes prestados à engenharia do Paraná’’. Ganhou em 1998 o diploma de “Pioneirismo na Engenharia Florestal, no Brasil pela Apef’’.

Eliseu Lacerda também participou de mais de 70 congressos, nacionais e internacionais, possui cinco citações bibliográficas em âmbito nacional e internacional, e três colaborações em trabalhos científicos sobre “mecanização e explotação florestal e “segurança do trabalho’’. Eliseu tornou-se membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná em 2005 e permaneceu até 2009.

O INSTITUTO – Criado em 1900, o Instituto Histórico e Geográfico do Paraná surgiu a partir da realidade político econômica e sócio-cultural do Estado. O objetivo principal, dentro de vários outros, é a construção do imaginário regional de integração os imigrantes europeus no Paraná. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

18 de outubro de 2019

Maurício Silva se prepara para reassumir mandato

Divulgação

18 de outubro de 2019

Compliance é marca de inovação na administração pública do Estado

Divulgação

18 de outubro de 2019

Castro recebe prêmio em Saúde Bucal

Divulgação

17 de outubro de 2019

Unidade aérea da Polícia Militar tem novo comandante

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra