CASTRO

13 de novembro de 2017

Moacyr reduz salários dos comissionados em 20% para manter índice de gastos com pessoal

Divulgação

Medida alcança salários do prefeito, vice-prefeito, secretários, comissionados e funções gratificadas

O prefeito Moacyr Fadel Junior (PMDB) anunciou hoje a redução de 20% nos salários do prefeito, vice-prefeito, secretários, comissionados e funções gratificadas. O ajuste é para manter o índice de gastos com pessoal do último quadrimestre no limite de 54% e cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Fadel explica que quando assumiu a Prefeitura em janeiro deste ano, o índice de pessoal estava estourado em 57% e imediatamente tomou medidas como reduzir o número de secretarias de 15 para dez, reduzir os gastos com cargos comissionados e várias outras ações. “Porém, este ano a arrecadação ficou abaixo do esperado e a tendência nos últimos meses é de queda. A crise que assola o país reflete na arrecadação dos municípios. Essa medida é para nos enquadrarmos no índice de 54% e cumprir a lei. O corte nos salários, a começar pelo do prefeito, é uma tentativa de ajustar as contas. Sei que não é fácil, mas é a medida menos dolorosa, porque não precisaremos demitir funcionários”, disse.

Com o índice de pessoal dentro do limite recomendado pela LRF, o município obterá do Tribunal de Contas do Estado (TCE) a Certidão Negativa para que possa receber repasse de verbas federais e estaduais. “Conseguimos muitos recursos e a partir do ano que vem teremos muitas obras na cidade. Mas para que esse dinheiro venha, precisamos da Certidão Negativa”, finalizou. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

9 de dezembro de 2018

João Arruda lidera chapa de consenso no MDB do Paraná

Divulgação

7 de dezembro de 2018

Prefeitura de PG inaugura mais uma escola de tempo integral

Divulgação

7 de dezembro de 2018

Mabel Canto vistoria estrutura do Instituto Médico Legal de PG

Divulgação

7 de dezembro de 2018

Programa de Resistência às Drogas forma mais 624 alunos em Castro

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

25 de maio de 2017

Justiça nega sigilo de dívida de R$ 4,4 milhões do MM MercadoMóveis ao Município

Arquivo

1 de agosto de 2017

Dívida de R$ 4,4 mi do MercadoMóveis daria para construir 250 casas, 4 Unidades de Saúde ou 3 escolas

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais