24 de junho de 2020

Governo vai aplicar R$ 2,6 bilhões em obras de infraestrutura

Divulgação

Medida foi anunciada ontem, 23, pelo governador Ratinho Junior durante encontro com dirigentes do Sistema Ocepar. Parte dos recursos virá de dois empréstimos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento e servirá para ampliar a capacidade das rodovias estaduais.

O governador Ratinho Junior (PSD) confirmou o investimento de aproximadamente R$ 2,6 bilhões em infraestrutura no Estado. Parte do montante, cerca de R$ 600 milhões, será aplicada diretamente na modernização da malha rodoviária paranaense. O foco é ampliar a capacidade de transporte de cargas e, consequentemente, alavancar a economia do Paraná.

O anúncio foi feito ontem, 23, no Palácio Iguaçu, durante reunião por videoconferência com dirigentes do Sistema Ocepar. “O cronograma de investimento para transformar o Paraná na central logística do Brasil está mantido, apesar da pandemia de coronavírus e da queda na receita. As obras começam ainda neste ano”, destacou o Ratinho Jr.

Segundo ele, os recursos virão da conclusão de dois empréstimos. Um deles, de R$ 1,6 bilhão, é junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está em fase final de tramitação no Tesouro Nacional. A expectativa, ressaltou o governador, é que seja liberado até o fim de julho.

O montante será dividido em quatro grandes ações: infraestrutura rodoviária (R$ 600 milhões), Programa Litoral (R$ 600 milhões), Segurança Pública (R$ 300 milhões) e Agricultura (R$ 100 milhões). As obras integram o programa de projetos executivos lançados no ano passado pelo Governo do Estado.

O restante, cerca de R$ 1 bilhão, vai ser aplicado diretamente nos municípios. Aproximadamente R$ 400 milhões virão do próprio orçamento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. A outra parte, estimada em R$ 600 milhões (US$ 118,3 milhões), foi obtida também por empréstimo junto ao BID.

Ratinho Jr. reforçou que a intenção é fomentar o desenvolvimento das cidades, ajudando a gerar emprego e renda em todas as regiões. “Uma maneira importante de minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus”, disse o governador.

Ele destacou ainda que os recursos foram disponibilizados ao Estado porque o Paraná atende os parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal, tem capacidade de endividamento e selo de bom pagador. (Com AEN)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

2 de agosto de 2020

Paraná vai colher mais de 41 milhões de toneladas de grãos

Divulgação

2 de agosto de 2020

Boletim agropecuário aborda previsão positiva para o trigo

Divulgação

2 de agosto de 2020

Rangel faz ‘jogo duplo’ e confirma pré-candidatura de Superman

Divulgação

2 de agosto de 2020

Prefeitura apresenta resultados da consulta popular para LDO 2021

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário