15 de outubro de 2020

Governo atende reivindicação de Plauto e anuncia instalação de colégios cívico-militares nos Campos Gerais

Arquivo

O deputado Plauto Miró foi um dos defensores do projeto e contribuiu para a aprovação da proposta na Assembleia Legislativa. Ainda no mês passado, Plauto encaminhou ofício ao secretário de Estado da Educação e Esporte, Renato Feder, solicitando a inclusão de várias cidades da região no cronograma de implantação.

O Governo do Estado confirmou a instalação de ao menos 14 colégios cívico-militares em nove cidades da região dos Campos Gerais. A princípio, as quatro unidades em Ponta Grossa que entrarão no novo sistema são: os colégios José Elias da Rocha (Olarias), Doroteu de Pádua (Periquitos), Antônio Sampaio (Uvaranas) e Professor Colares (Oficinas).  Mas a definição ainda depende de uma série fatores.

Como o próprio projeto prevê, a implantação dos colégios será de escolha livre da comunidade escolar, por meio de consulta pública. Por isso, a indicação das escolas poderá ser alterada. Só depois é que a unidades receberão as adaptações necessárias.

O deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM) foi um dos defensores do projeto e contribuiu para a aprovação da proposta na Assembleia Legislativa. Ainda no mês passado, Plauto encaminhou ofício ao secretário de Estado da Educação e Esporte, Renato Feder, solicitando a inclusão de várias cidades da região no cronograma de implantação.

“Vou continuar batalhando para que a instalação destas escolas se concretize, levando nossa região a se consolidar como uma referência na área da educação”, destacou o deputado.

Ainda na região, Castro e Jaguariaíva receberão duas unidades de ensino cívico-militares. Já Arapoti, Imbituva, Palmeira, Pirai do Sul, Reserva e Tibagi terão, cada uma, um colégio inserido no sistema nesta primeira fase.

Plauto aguarda ainda a confirmação de que, numa próxima fase, mais cidades sejam contempladas, como Carambeí, Ipiranga, Ivaí, Ortigueira, Telêmaco Borba e Ventania. Ao todo, o governo vai abrir 200 escolas em 100 municípios do Paraná. A prioridade é voltada para cidades com mais de 10 mil habitantes e que tenham ao menos duas escolas estaduais no perímetro urbano. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

19 de outubro de 2020

Mabel Canto vai melhorar estrutura e valorizar a Guarda Municipal

Arquivo

19 de outubro de 2020

Revitalizar e despoluir arroios é prioridade para o Professor Edson

Divulgação

15 de outubro de 2020

Professora Elizabeth irá criar o Centro de Educação Ambiental do Lago de Olarias

Divulgação

15 de outubro de 2020

“O trabalho da mulher sustenta a agricultura familiar”, ressalta Professor Gadini no Dia Internacional da Mulher Rural

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário