11 de janeiro de 2019

Governador diz que Estado deve ser facilitador do desenvolvimento

Arquivo

Ratinho Junior deu posse formal ao secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior. O novo secretário afirmou que as metas são a modernização da pasta e a criação de critérios de racionalização dos processos de tributação.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) afirmou hoje, 11, ao dar posse formal ao secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior, que um dos grandes desafios do gestor público é facilitar o desenvolvimento do setor produtivo e simplificar a relação estado-empresa.

Ele também reforçou que o papel da Secretaria é essencial para a gestão. “Acima de tudo, dar tranquilidade para que o governo possa organizar as contas públicas e planejar os investimentos necessários para atender aos paranaenses”, afirmou o governador.

Ratinho Jr. destacou a experiência técnica e acadêmica do novo secretário para levar a termo esses desafios. “É professor da FGV, que traz na bagagem uma grande vivência na área de finanças”, disse.

A modernização da Secretaria da Fazenda e criação de critérios de racionalização dos processos de tributação são metas de trabalho, segundo o secretário Garcia Junior. “Buscaremos soluções alternativas para a geração de receitas do Estado a fim de fazer frente as demandas, principalmente de programas sociais e de investimento do Estado”, declarou.

O desafio de trabalhar em um projeto inovador no governo de Ratinho Jr. foi, afirmou o secretário, a motivação que o fez aceitar o convite para comandar a pasta. “O que eu sinto aqui no Paraná é um estímulo muito grande de uma pessoa jovem e talentosa, querendo desenvolver um programa de modernização no Estado. Como gosto de desafios, achei que poderia, de alguma forma, contribuir para concretizar esse projeto, com a cara de um novo Brasil”, afirmou.

EXPERIÊNCIA – Renê Garcia Júnior acumula mais de 14 anos de experiência no setor público, como presidente de autarquias federais e como secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão do Rio de Janeiro no ano de 2002. Também ocupou cargos executivos de empresas privadas e tem trajetória de mais de 40 anos na vida acadêmica, mais recentemente, como coordenador de projetos e estudos econômicos na FGV Rio.

Graduado em Administração de Empresas pela Escola Brasileira de Administração Pública e em Economia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Garcia Jr. tem doutorado em Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), mestrado em Economia e especialização em Mercado de Capitais e Estratégias Operacionais pelo Instituto Europeu de Administração de Empresas de Fontainebleau, na França, considerada uma das melhores escolas de gestão de negócios no mundo. (Com AEN)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

26 de junho de 2019

Em fim de mandato, Rangel promete deixar licitado asfalto em 90% das ruas de PG

Divulgação

CASTRO

26 de junho de 2019

Curso prepara lideranças comunitárias

Divulgação

26 de junho de 2019

Erva-mate pode impulsionar economia no Vale do Iguaçu

Divulgação

26 de junho de 2019

É preciso uma reforma que corrija distorções, diz Aliel

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário