12 de setembro de 2018

Escolas municipais aproveitam para renovar bibliotecas na Feira do Livro

Divulgação

Secretaria Municipal de Educação repassa recursos para que alunos e professores tenham a oportunidade de selecionar e adquirir as obras literárias de seu próprio interesse.

O Congresso de Educação e a Feira do Livro são uma época muito esperada pelos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Escolas Municipais de Ponta Grossa, não somente pelo conjunto de palestras e atrações. Isso porque eles representam, também, mais uma oportunidade para renovar as bibliotecas escolares, com obras escolhidas pelos próprios alunos e professores.

Todas as 144 escolas do município recebem recursos diretamente para a compra de livros de literatura, conforme a escolha de seus alunos, da equipe pedagógica e de gestão. A Secretaria Municipal de Educação está repassando, neste ano, R$ 30 por aluno, até o limite de R$ 6 mil, para cada unidade de ensino realizar as suas próprias aquisições. Os materiais serão utilizados para a alfabetização e o letramento das crianças de todas as séries, dentro das diversas áreas de conhecimento, principalmente durante as aulas, projetos de leitura e contação de histórias que são realizados em todas as unidades.

“Dentro da nossa política pública de incentivo à leitura, as próprias escolas montam suas bibliotecas, a partir da sua própria realidade. Nós não adquirimos uma carreta de livros com títulos iguais, montando bibliotecas iguais em todas as escolas. Em nossa perspectiva, a seleção de obras para as bibliotecas deve respeitar o interesse dos professores e dos alunos, colocando-os como sujeitos de sua formação, dando a oportunidade de eles mesmos selecionarem o que desejam ler”, aponta a secretária de Educação, Esméria Saveli.

Laureci Terezinha Trzaskos, diretora da Escola Municipal Prefeito José Bonifácio Guimarães Vilela, deve adquirir até o final da Feira do Livro aproximadamente 300 obras de literatura para a biblioteca da instituição. Os livros foram selecionados pelos professores e pelos alunos que visitaram a feira, conheceram alguns dos autores e terão, assim, a oportunidade de ler os trabalhos que eles mesmos escolheram.

“Os alunos vieram e escolheram vários, além de outros que já tínhamos pré-selecionado e aqueles que estavam em falta na nossa biblioteca, bem como aqueles que foram indicados pelos nossos professores, que os viram em cursos, por exemplo. Essa oportunidade é muito importante, porque nós conseguimos perceber quais são os livros de que precisamos, e na quantidade certa que nossa escola precisa. Assim conseguimos fazer uma seleção muito maior e melhor de obras de literatura”, conta a diretora. Ela destaca a seleção dos alunos neste processo. “A Feira do Livro é fundamental, uma vez que os alunos e professores têm a oportunidade de selecionar as obras que querem, têm contado com os escritores na feira. Isso faz com que tenhamos mais leitores e mais atuantes na sociedade”.

MARINA COLASANTI – Uma das principais atrações do VI Congresso de Educação e da Feira do Livro 2018, a jornalista e escritora fará sua palestra amanhã, 13, às 9 horas, no Centro de Convenções do Shopping Palladium. Ela irá se apresentar para profissionais da educação, acadêmicos e população interessada no tema.

Marina já lançou mais de cinquenta títulos de poesia, contos, crônicas, livros para crianças e jovens, além de ensaios sobre temas relacionados a literatura, o feminino, a arte, os problemas sociais e o amor. Nesta quinta, seu tema será: “Em tempos de feminicídio, nossa pergunta é: existe escrita feminina?”.

“A leitura pode trazer um outro discurso, acolhedor, um discurso que sana as feridas. Isso, no Brasil desse momento, é mais do que necessário, o conceito da leitura como pacificadora da alma, do eu. Porque estamos atravessando momentos muito difíceis”, declara a escritora. (Com assessoria)

SERVIÇO:

O QUE: Palestra com Mariana Colasanti

QUANDO: 13 de setembro

ONDE:  Centro de Convenções do Shopping Palladium (Rua Ermelino de Leão, 703 , Olarias)

HORÁRIO: 9h00


Compartilhe



Últimas notícias

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Aliel entrega ambulância para a Saúde de Palmeira

Arquivo

19 de janeiro de 2019

Tribunal de Contas do Estado comprova falhas no transporte coletivo de PG

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Secretaria de Estado de Saúde paga prestadores da área de hemodiálise

Divulgação

19 de janeiro de 2019

Estado prepara lei para formalizar reforma administrativa

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

25 de maio de 2017

Justiça nega sigilo de dívida de R$ 4,4 milhões do MM MercadoMóveis ao Município

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

Arquivo

1 de agosto de 2017

Dívida de R$ 4,4 mi do MercadoMóveis daria para construir 250 casas, 4 Unidades de Saúde ou 3 escolas