13 de janeiro de 2021

Elizabeth retoma negociação com Nissin que prevê investimento de R$ 350 mi em fábrica em PG

Divulgação

A Nissin tem duas fábricas no Brasil, a maior delas em Ibiúna (SP). A prefeita Elizabeth Schmidt informou hoje, 13, que desde o ano passado acompanha as tratativas com a empresa e que está retomando a negociação.

A Nissin Foods do Brasil anunciou no final do ano passado a construção de uma nova fábrica em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais. Será a terceira unidade da multinacional japonesa no país, maior produtora de macarrão instantâneo do mundo. Segundo os diretores da empresa, o investimento no Paraná será de R$ 350 milhões, o que fará com que essa seja a maior fábrica da Nissin no país.

O anúncio do investimento foi feito por diretores da empresa durante reunião na época com o ex-prefeito Marcelo Rangel (PSDB). A prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) informou hoje, 13, que desde o ano passado acompanha as tratativas com a empresa e que está retomando a negociação.

O diretor industrial da Nissin Brasil, Yoshihiko Higashide, disse que os estudos para construção de uma fábrica na Região Sul tiveram início em 2016. “Chegamos a um consenso de que Ponta Grossa era a primeira candidata”, afirmou.

A nova unidade será instalada em uma área de 420 mil metros quadrados e terá, na primeira fase, 50 mil metros quadrados de área construída. Na fábrica serão produzidos macarrões das linhas lámen, Cup Noodles e yakissoba, para atender toda a Região Sul e exportação para a América Latina. “No futuro, a ideia é trazer novos produtos para o Brasil, como granola, biscoito e macarrão de arroz”, adiantou o gerente de logística da Nissin, Paulo Affonso de Andrade.

De acordo com ele, a nova fábrica vai gerar 350 empregos diretos, com uma previsão de faturamento bruto de R$ 300 milhões ao ano. Após concluída, essa será a maior fábrica da Nissin no Brasil, superando as unidades de Ibiúna (SP) e Glória do Goitá (PE). O cronograma da empresa prevê que entre 2021 e 2022 sejam executadas as etapas de licenciamento e obras, e a produção seja iniciada em junho de 2023. (Com informações da Gazeta do Povo)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

15 de janeiro de 2021

Ratinho Jr. sanciona lei que altera regras das escolas cívico-militares

Arquivo

15 de janeiro de 2021

Governo do Estado congela taxas do Detran-PR pelo segundo ano consecutivo

Arquivo

15 de janeiro de 2021

Ponta Grossa está preparada para a vacinação, diz Elizabeth

Arquivo

15 de janeiro de 2021

Prefeitura decreta toque de recolher e define fiscalização

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista