26 de junho de 2019

É preciso uma reforma que corrija distorções, diz Aliel

Divulgação

Parlamentar defendeu Reforma Tributária justa como prioridade para o país.

O deputado federal Aliel Machado (PSB) participou na última segunda-feira, 24, em Fortaleza (CE), de uma audiência pública sobre os cortes na educação e a proposta de Reforma da Previdência (PEC 6/19). O evento, organizado pelo deputado federal cearense Denis Bezerra (PSB), foi realizado no Instituto Federal do Ceará (IFCE) e contou ainda com a presença dos deputados federais Alessandro Molon (PSB-RJ), Vilson da Fetaemg (PSB-MG), do presidente do PSB do Ceará, Odorico Monteiro, além de diversas autoridades.

Membro da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Aliel foi um dos palestrantes da audiência. “Já fizemos esse debate por dezenas de municípios paranaenses e fomos convidados, como membro da Comissão, para participar desse importante evento. Sou a favor de uma reforma que traga equilíbrio fiscal para o país, mas não essa proposta, que infelizmente não corta privilégios e penaliza as pessoas mais simples. Como representantes da população, temos a obrigação de esclarecer os pontos da proposta para o maior número de pessoas possível”, afirmou ele.

Mais de duzentas pessoas lotaram o auditório do IFCE e também puderam debater com os parlamentares. O anfitrião, Denis Bezerra, agradeceu a presença de todos e destacou que o evento mostra o compromisso da bancada do PSB com a população brasileira. Já o deputado mineiro, Vilson da Fetaemg, observou que a proposta atual é ainda mais agressiva que a apresentada pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). “Essa reforma é ainda pior que a apresentada anteriormente”, disse.

Para Aliel, o Governo deveria priorizar o debate sobre uma Reforma Tributária para corrigir distorções e que não penalize os empresários, que contribuem para o desenvolvimento do país.

O deputado Alessandro Molon criticou a proposta e lamentou que o Governo não tenha apresentado um projeto para o país. “É um Governo que não sabe o que quer construir, mas sabe o que quer destruir”, observou ele, lembrando de medidas como o corte no orçamento da educação, o aumento na liberação de agrotóxicos, a desobrigação do uso das cadeirinhas, o decreto das armas, além da proposta de reforma da Previdência.

REUNIÕES – Além da audiência pública, Aliel concedeu entrevistas e participou de agendas públicas com os outros deputados. Ele também realizou uma visita ao governador Camilo Santana (PT) no Palácio da Abolição. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

18 de julho de 2019

Com mil imóveis desocupados, Prefeitura de Ponta Grossa gasta R$ 200 mil por mês em locações

Divulgação

18 de julho de 2019

Paraná busca tecnologias e troca de experiências em segurança pública

Divulgação

18 de julho de 2019

Novo portal traz um mapa para atração de investimentos ao Paraná

Divulgação

18 de julho de 2019

Detran estimula soluções inteligentes para a mobilidade urbana

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário