7 de março de 2017

Dona Simone almoça no Restaurante Popular e anuncia expansão do programa para Uvaranas

Divulgação

Atualmente, o Restaurante Popular localizado no centro produz cerca de 2.000 refeições diárias

O Restaurante Popular voltou a atender ontem normalmente, servindo almoços das 11 às 13h30. A reabertura contou com a presença da secretária de Assistência Social, Simone Kaminski Oliveira – “Dona Simone”, e sua equipe técnica, que almoçaram no local. Dona Simone anunciou que Ponta Grossa contará com mais uma unidade do programa, no bairro de Uvaranas.

Atualmente, o Restaurante Popular Guilherme Cavina, localizado no centro, produz cerca de 2.000 refeições diárias. Além da refeição para a comunidade a equipe produz alimentos para a Prefeitura. Diariamente, o setor de obras recebe 250 marmitas, e outras 50 são enviadas ao Centro de Referência Especializado em Assistência Social para a População de Rua (CREAS-POP). O Departamento do Idoso também é atendido pelo estabelecimento, que produz café das manhãs nas sextas-feiras para os participantes da tradicional caminhada no Parque Ambiental.

O trabalho inicia-se às 6 horas da manhã. São 28 funcionários, entre eles 8 cozinheiras. A preparação da alimentação é separada por salas – uma para a cozinha, uma para a manipulação da carne e outra para a manipulação da salada. A higienização ocorre em outro espaço, e os frequentadores levam a sua bandeja direto para a limpeza.

Entre as seis cidades paranaenses que possuem Restaurantes Populares, Ponta Grossa é a única em que o trabalho não é terceirizado. “Nós somos os responsáveis por todas as etapas de produção, diferente de outras cidades em quem uma empresa é contratada para este serviço”, explica o diretor do Departamento de Produção e Aquisição de Alimentos, Francisco Vieira Junior.

CARDÁPIO – Todo o cardápio é elaborado por nutricionista, e cada refeição possui, em média, de 800 a 1.000 calorias. São 12 combinações diferentes, e cada uma leva arroz, feijão, carne, salada, uma guarnição (como macarrão ou farofa, por exemplo) e uma fruta. O consumo de bebidas é proibido, já que a ingestão de líquidos durante as refeições prejudica a digestão do alimento. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

21 de janeiro de 2021

Um governo de continuidade dos bons projetos, ressalta Elizabeth

Divulgação

20 de janeiro de 2021

“Não aceitamos uma licitação viciada”, afirma Romanelli sobre novo pedágio

Arquivo

20 de janeiro de 2021

Hussein Bakri entrega viatura para Guarda e cumpre agenda amanhã em PG

Divulgação

20 de janeiro de 2021

Maribel Krum assume comando da Guarda Civil Municipal

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

31 de março de 2020

Ratinho Junior libera igrejas e outras atividades consideradas essenciais no Paraná

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

28 de setembro de 2020

Ponta Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020; Confira a lista