11 de maio de 2019

Aposentadoria de ex-governador deve entrar na pauta nos próximos dias

Arquivo

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, destacou a importância dos debates dos projetos em plenário.

Duas propostas que geraram intensos debates em toda a sociedade entrarão na pauta de discussões do plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) ainda este mês. O presidente do Legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB), confirmou para a imprensa na última quarta-feira, 08, que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acaba com a aposentadoria dos ex-governadores deve estar na Ordem do Dia para votação nas próximas semanas.

A Comissão Especial que analisa a PEC nº 01/2019 decidiu aguardar a votação de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) que trata do mesmo assunto. A ação entrou na pauta de julgamentos do STF no mês passado, mas não chegou a ser votada. Diante disso, o presidente da Assembleia determinou o prosseguimento dos trâmites legislativos. “Eu estabeleci um prazo para que semana que vem eles procedam com a votação do parecer. Regimentalmente, uma vez proferido o parecer não há prazo legal para incluir na pauta, mas eu farei isso imediatamente. É um compromisso que eu assumi. Eu espero que, no máximo, até quarta-feira [15] tenhamos essa posição da comissão”. Para Traiano, é normal que a comissão tenha prudência ao tratar de um tema que também está em debate no STF. “A comissão estava sendo prudente, porque é uma decisão que pode desencadear uma decisão jurídica futura dependendo do resultado da votação aqui na Assembleia”.

TRAMITAÇÃO – O relator do texto na comissão já apresentou parecer favorável tanto ao texto original da PEC como a emenda apresentada por 32 deputados. Na ocasião, um pedido de vista adiou a votação do parecer. Depois de aprovado pela Comissão Especial, o parecer precisa ser publicado em Diário Oficial e só então estará apto para entrar em debate no plenário.

A PEC nº 01/2019, de autoria do Poder Executivo, revoga o § 5º do art. 85 da Constituição do Estado do Paraná, que estabelece o pagamento de subsídio mensal e vitalício para quem tiver exercido em caráter permanente o cargo de governador do Estado. Já a emenda prevê a extinção do pagamento do subsídio mensal e vitalício a ex-governadores ou a suas viúvas, inclusive aos atuais beneficiários. Atualmente, 11 ex-governadores e viúvas recebem o benefício. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

14 de novembro de 2019

Assembleia amplia transparência e publicará tudo no Portal

Divulgação

14 de novembro de 2019

Promotoria de Justiça de Tibagi emite recomendação para que Câmara se abstenha de fazer pagamentos indevidos a servidores

Divulgação

14 de novembro de 2019

Provas do PSS da UEPG acontecem neste domingo

Divulgacão

14 de novembro de 2019

Castro recebe show gratuito da Banda Klezmorim amanhã

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra