13 de maio de 2019

Aliel se reúne com reitores contra cortes na Educação

Divulgação

Governo federal anunciou corte de 30% no orçamento das instituições. Para reitor da UFPR, perda inviabiliza funcionamento a partir do segundo semestre.

O deputado federal Aliel Machado (PSB) se reuniu hoje, 13, com reitores das Universidades e Institutos Federais do Paraná para discutir os cortes dos recursos às instituições, anunciado pelo governo federal. A reunião foi realizada na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e contou com a presença de parte da bancada paranaense em Brasília e representantes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR).

Durante sua fala, o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, alertou para a gravidade da medida. Segundo ele, o corte de 30% inviabilizará o funcionamento da instituição, já no segundo semestre. Nos institutos federais esse corte será ainda maior. Quase 100 mil alunos devem ser prejudicados em todo Estado.

“Uma perda de R$ 50 milhões no orçamento da UFPR. Nossa preocupação é igual à preocupação de todas as universidades brasileiras, assim como os institutos federais do país. A gente vai ser inviabilizado no próprio orçamento, em todas as áreas, em todos os campis, a partir do segundo semestre, no Brasil inteiro”, afirmou Ricardo Fonseca.

“A união da bancada é de fundamental importância. Isso supera os interesses partidários e é uma defesa da educação. Não podemos aceitar que em um momento de crise como o qual estamos passando a Educação seja atacada da maneira como está sendo. Ela é inclusive um mecanismo para ajudar a sair da crise e superar os problemas que temos no país”, ressaltou Aliel, membro da Comissão de Educação da Câmara.

O reitor agradeceu o apoio da bancada e disse que essa soma de esforços e apoio de toda sociedade pode mudar essa situação no país. “Essa conjunção de forças da sociedade e dos políticos paranaenses é aquilo que nós necessitamos nesse momento para sensibilizar o governo federal da catástrofe que será a manutenção desse corte”, concluiu.

O encontro contou ainda com a presença dos três senadores do Paraná, Oriovisto Guimarães, Alvaro Dias (ambos do Pode) e Flavio Arns (Rede), que puderam colocar sua opinião, demonstrando que a Educação seria o último passo para cortar despesas. “Educação e saúde são primordiais para o nosso povo brasileiro”, finalizou o coordenador da bancada, deputado Toninho Wandscheer (Pros).

Também estiveram presentes os deputados federais Gustavo Fruet (PDT), Luciano Ducci (PSB), Luizão Goulart (PRB), Rubens Bueno (Cidadania), Sérgio Souza (MDB) e Schiavinato (PP). (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

18 de julho de 2019

Com mil imóveis desocupados, Prefeitura de Ponta Grossa gasta R$ 200 mil por mês em locações

Divulgação

18 de julho de 2019

Paraná busca tecnologias e troca de experiências em segurança pública

Divulgação

18 de julho de 2019

Novo portal traz um mapa para atração de investimentos ao Paraná

Divulgação

18 de julho de 2019

Detran estimula soluções inteligentes para a mobilidade urbana

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

Arquivo

28 de agosto de 2018

Vaza áudio de secretário de Cida falando sobre dinheiro em troca de apoio

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário