11 de junho de 2019

Aliel é escolhido entre os principais parlamentares do país

Arquivo

Entre os quase 600 parlamentares do Congresso Nacional, 150 foram eleitos entre os mais influentes ou em ascensão. Os chamados "Cabeças do Congresso" são escolhidos a partir de pesquisa realizada e divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar.

O deputado federal Aliel Machado (PSB) foi apontado como um dos 150 parlamentares em destaque no Congresso Nacional.  O estudo “Os cabeças do Congresso”, elaborado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), foi divulgado no último fim de semana e relaciona os 100 mais influentes e outros 50 parlamentares de relevância no cenário político.

Mesmo jovem e sem origem familiar ligada a política, Aliel figura entre os que estão em ascensão dentro de um universo de quase 600 congressistas. “É uma satisfação e também uma grande responsabilidade. Todo o nosso mandato é pautado pela seriedade na discussão dos temas que interessam ao país. Atuamos na defesa da transparência, com apresentação de projetos e votações, além da participação efetiva em comissões da Casa. Acredito que isso tenha motivado a escolha do nosso nome a integrar essa seleta lista”, disse o deputado.

Aliel é autor do primeiro projeto aprovado na Câmara em 2019, que suspendeu o decreto do Governo que ampliava o sigilo em documentos na administração pública. O parlamentar também é membro titular da Comissão Especial da Reforma da Previdência, além de ser autor dos requerimentos de convocação na Comissão de Educação para o ex-ministro Ricardo Vélez Rodriguez e também ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A pesquisa do DIAP foi realizada por meio de entrevistas com deputados e senadores, assessores das duas Casas do Congresso, jornalistas, cientistas e analistas políticos.

COMBATE À CORRUPÇÃO – Em 2017, ainda durante o primeiro mandato, Aliel ganhou destaque pela apresentação de projetos e resoluções que visam dificultar a prática de corrupção por parte dos representantes públicos. As ações propostas pelo parlamentar vão desde a punição ao gestor que não der a devida utilização de bem público, acabar com votações na “calada da noite”, até a instalação de rastreadores nos veículos públicos.

As ações anticorrupção dos parlamentares foram citadas no estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) que fez um levantamento entre os parlamentares e publicou no livro “Diagnóstico Institucional: primeiros passos para um plano nacional anticorrupção”. (Com assessoria)


Compartilhe



Últimas notícias

Arquivo

23 de setembro de 2019

Intenção de consumo dá novo salto no Paraná

Arquivo

23 de setembro de 2019

Oposição rachada favorece Rangel emplacar sucessor em 2020

Divulgação

22 de setembro de 2019

Sanepar forma multiplicadores em saneamento em Tibagi

Arquivo

22 de setembro de 2019

Pietro quer mais transparência no atendimento aos pacientes com câncer

Ver mais

Mais Lidas

Arquivo

11 de janeiro de 2017

Prefeitura quebrada, cidade abandonada e Rangel de malas prontas para cruzeiro no Caribe

14 de agosto de 2017

Suposto patrocínio da UEPG em aniversário do MST gera polêmica nas redes sociais

Arquivo

"RAMBO"

10 de fevereiro de 2017

“Vou fechar todos os buracos da cidade em seis meses ou não me chamo Márcio Ferreira”, impõe meta secretário

Divulgação

9 de setembro de 2019

Secretário Superman é socorrido após levar surra